Foto do primeiro Su-57 de série em foto divulgada no início de novembro. (Foto: RIA Novosti)

Os dois primeiros caças Sukhoi Su-57 de quinta geração produzidos em série estão quase prontos para entrega à Força Aeroespacial da Rússia. Um deles será entregue ainda este ano.

Dois Su-57 foram vistos na linha de produção da fábrica de aeronaves Komsomolsk-on-Amur no início de novembro de 2019. Os números de construção são 51001 (com o número 01 azul já aplicado na fuselagem) e 51002.

“Quanto ao programa de criação de aeronaves de quinta geração, podemos ver junto com vocês que o primeiro avião Su-57 produzido em série está realmente pronto para ser entregue às tropas. Ele será entregue à Força Aeroespacial antes do final de este ano”, disse o vice-ministro da Defesa Alexei Krivoruchko a jornalistas na sexta-feira (08/11) após sua visita à Empresa de Aviação de Komsomolsk-on-Amur, que está construindo os caças mais avançados da Rússia.

“No próximo ano, esperamos receber outro avião desse tipo e, posteriormente, sua produção crescerá muito”, acrescentou.

Segundo o contrato atual, a Força Aeroespacial da Rússia deve receber 76 caças Su-57 de quinta geração até 2028, disse o vice-ministro da Defesa.

O Su-57 é um caça multifunções de quinta geração projetado para destruir todos os tipos de alvos aéreos, terrestres e navais. O caça Su-57 possui tecnologia furtiva com amplo uso de materiais compósitos, é capaz de desenvolver velocidade de cruzeiro supersônica e é equipado com o mais avançado equipamento de rádio-eletrônico a bordo, incluindo um poderoso computador de bordo (o chamado segundo piloto eletrônico) ), o sistema de radar se espalha por todo o corpo e outras inovações, em particular, o armamento colocado dentro da fuselagem.

O Su-57 subiu aos céus pela primeira vez em 29 de janeiro de 2010. Comparado aos seus antecessores, o Su-57 combina as funções de um avião de ataque e um avião de combate, enquanto o uso de materiais compostos e tecnologias de inovação e a configuração aerodinâmica garante o baixo nível de assinatura de radar e infravermelho.

O armamento do avião incluirá, em particular, mísseis hipersônicos. O caça de quinta geração foi testado com sucesso em condições de combate na Síria.


Com informações da agência de notícias TASS

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. RAM é aplicada no pós montagem, este aí não tem nenhuma cobertura ainda, pois muitas parte ainda não foram fixadas, a RAM trás uma "uniformidade" da estrutura, que neste caso não foi finalizada, por isso não tem..
    E será difícil ele ter, pois as primeiras unidades servirá para treinar pilotos…

  2. O que eu achei interessante foram as condições físicas da fábrica

    Estão em otimas condições as instalações

Comments are closed.