As aeronaves estocadas no 309º AMARG em Tucson, Arizona, ficaram cobertas de neve no dia 21 de fevereiro. (Foto: 309º AMARG)

Na semana passada uma nevasca caiu no deserto normalmente árido ao redor da Base da Força Aérea Davis-Monthan, perto de Tucson, Arizona. O local é conhecido como o “cemitério de aviões” e foi um bom momento para registrar as aeronaves armazenadas cobertas de neve.

O local hospeda o 309º Grupo de Manutenção e Regeneração Aeroespacial da Força Aérea dos EUA (AMARG), que armazena, mantém ou regenera aeronaves militares que atualmente excedem os requisitos de frotas operacionais dos serviços militares dos EUA.

F-101B Voodoo.
F-105G Thunderchief.
QF-106A Delta Dart.

A Base Aérea de Davis-Monthan foi escolhida por causa da baixa umidade de Tucson, chuvas pouco freqüentes, solo alcalino e alta altitude de 2.550 pés (780 m), reduzindo a ferrugem e a corrosão. O solo duro torna possível mover as aeronaves sem ter que pavimentar as áreas de armazenamento.

Atualmente existem mais de quatro mil estruturas aéreas ao ar livre nos vários milhares de acres de terra que o ‘The Boneyard’ ocupa, então, naturalmente, é um lugar fascinante para qualquer entusiasta da aviação, além de uma ótima oportunidade para fotografia, embora raramente com as aeronaves cobertas de neve.

É por isso que divulgamos as imagens que o 309º AMARG postou em sua página oficial do Facebook para nossos leitores….

8 COMENTÁRIOS

  1. Enquanto os pobres americanos economizam concreto, um certo país sul-americano adora obras faraônicas.

  2. C5, F-106, F105, F4, F14… que museu! – SQN.
    Uma estrutura muito bem montada para guarda de aeronaves, reuso de peças e reciclagem. Uso inteligente do dinheiro dos contribuintes.

Comments are closed.