A primeira aeronave de transporte C-95 Bandeirante modernizada chegou ao 3º Esquadrão de Transporte Aéreo (ETA) no dia 8 de dezembro. (Foto: Ten. Carvalho / 3º ETA)

O Terceiro Esquadrão de Transporte Aéreo (3º ETA) recebeu (8/12) a primeira aeronave C-95 Bandeirante Modernizado na Força Aérea Brasileira.

O Comandante do Esquadrão Pioneiro (3º ETA), Tenente Coronel Aviador Mauro Ido e a tripulação composta pelos 1° Tenente Aviador Douglas da Silva Pinto Alves, 2° Tenente Aviador Rômulo dos Santos Pinto e 1° Sargento BMA Luciano de Araújo Bastos, ficaram responsáveis por transladar a aeronave C-95 modernizada desde o PAMA-AF. (Foto: Ten. Carvalho / 3º ETA)
A modernizada aeronave C-95 CM FAB 2332, já na Base Aérea do Galeão. (Foto: Ten. Carvalho / 3º ETA)
A aeronave C-95 CM na frente do hangar do 3º ETA na Base Aérea do Galeão. (Foto: Ten. Carvalho / 3º ETA)

O Comandante do Esquadrão Pioneiro (3º ETA), Tenente Coronel Aviador Mauro Ido e a tripulação composta pelos 1° Tenente Aviador Douglas da Silva Pinto Alves, 2° Tenente Aviador Rômulo dos Santos Pinto e 1° Sargento BMA Luciano de Araújo Bastos foram os responsáveis por realizarem o translado do C-95 CM FAB 2332 do Parque de Material Aeronáutico dos Afonsos para a Base Aérea do Galeão, onde está sediado o 3° ETA.

O painel da aeronave C-95 CM FAB 2332 do 3º ETA. (Foto: Ten. Carvalho / 3º ETA)
A aeronave chegou ainda de noite na Base Aérea do Galeão. (Foto: Ten. Carvalho / 3º ETA)

Em 1973, o 3º ETA foi a primeira unidade a operar a aeronave Bandeirante na Força Aérea Brasileira e será, novamente, o responsável por iniciar e difundir a nova doutrina de operação nos esquadrões de transporte aéreo.

Fonte: 3° ETA

Anúncios

11 COMENTÁRIOS

    • Com todo respeito aos pilotos do Bandeirante..

      Agora uma curiosidade que tenho..

      Quando um oficial é promovido ganha alem da estrela uns quilos a mais? 😀

  1. Em tempos de "poucas verbas" a idéia de modernização para conseguir acompanhar a evolução tecnológica é uma boa solução.

    Felizmente hoje o Brasil consegue fazer boas modernizações (F5-M, Niterói, Tupi, AMX, M-113, etc…)

    Porém, não podemos esquecer que modernizações são "soluções temporárias", não substituem a necessidade de vetores mais novos e modernos.

  2. AS modernizações não fazem milagres,
    O grande problema do bandeirante não é a falta de um painel digital é a falta de uma rampa traseira a exemplo das que existem no Casa 212, ou PZL M28.
    A modernização do Amx é outro exemplo de como se joggar dinheiro fora, pois o motor continua sendo o Fraco Spey e o radar o SCipio que é outro radar medíocre, tanto é que a marinha optou pelo Elta 2032 e os F5 usamo o Grifo.
    A única vantagem da modernização é gerar emprego e verba para as empresas que fazem
    Claro a modernização do f5 tornou uma caça completamente obsoleto em um caça completamente medíocre, com uma capacidade bvr limitadíssima, O derby, por exemplo, é simplesmente o míssil bvr de menor alcance disponível, perde para aim 120, para mica e qualquer outro bvr atual.
    É essa a força aérea que queremos? Nossas forças armadas são compatíveis com um pais que se situa entre as 10 maiores economias mundiais?
    Abraços

  3. vida longa ao Bandeirantão! 2040 e o bichão ainda vai estar lá! =)

  4. falta de verba é o ¨&%¨&¨% veja a mb com a mesmo orçamento da fab e veja comprando sempre navios novos ( nem sempre) e procurando fazer o melhor…agora em penso o q será quem em caso de guerra faremos com nossos poderosos f5 forevers ??

  5. O jeito é comemorar modernização de teco-teco, o que a FAB precisa é de CAÇAS( Rafale, SU-35, SU-34).
    Saiam brigadeiros inertes peçam baixa coletiva, por favor, se vocês realmente querem uma FAB moderna.

  6. Mais um para ser desativado assim como foi com o búfalo, o HS,o Xingú, o avro.Gastaram bastante dinheiro modernizando e depois deativaram, pois a célula não aguenta. Oh FAB intelignte!

  7. A Fab não deveria modernizar os Bandeirantes. Deveria comprar 60 C-27J Spartan, que poderiam ser fabricados em parceria com a Embraer.
    Produto novo moderno,que foi comprado pela força aérea americana.

Comments are closed.