O Boeing 737 MAX 9 durante o seu primeiro voo no dia 13 de abril de 2017. (Foto: Boeing)

O Boeing 737 MAX 9 completou seu primeiro voo hoje no céu acima de Puget Sound. O programa 737 MAX alcançou o marco dentro do cronograma, iniciando um programa abrangente de testes de voo que levou à certificação e entrega.

“O primeiro voo do MAX 9 é outro marco que continua o forte histórico de progresso do programa”, disse o presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes, Kevin McAllister. “A família de aviões MAX oferece mais valor do que qualquer concorrente e sua forte aceitação no mercado se reflete em mais de 3.700 aviões encomendados por 86 clientes em todo o mundo”.

O avião completou um bem sucedido voo de 2 horas e 42 minutos, saindo de Renton Field, em Renton, Washington, às 10:52 da manhã, hora local, e pousando às 13:34h no Boeing Field de Seattle.

Pilotado pelos comandantes de Teste e Avaliação da Boeing, Christine Walsh e Ed Wilson, o avião realizou testes de controles de voo, sistemas e qualidades de manobra. O MAX 9 passará agora por abrangentes testes de voo antes das entregas dos clientes começarem em 2018.

O 737 MAX 9 é o segundo membro da família Boeing 737 MAX líder na indústria, com uma capacidade máxima de 220 passageiros e um alcance de 3.515 milhas náuticas.

“A equipe do 737 MAX continua mantendo a aceleração”, disse Keith Leverkuhn, vice-presidente e gerente geral do programa 737 MAX da Boeing Commercial Airplanes. “Cada novo marco que chegamos cria conhecimento e experiência que é alavancado para manter o programa avançando na pista”.

O 737 MAX é o avião mais vendido na história da Boeing, acumulando mais de 3.700 encomendas até à data de 86 clientes em todo o mundo.

SEM COMENTÁRIOS