Um jato Su-25 desmontado da Força Aérea Búlgara é carregado em um avião de transporte Il-76 para envio à Bielorrússia, onde será revisado pela indústria local. (Foto: Ministério de Defesa da Bulgária)

A Bulgária enviou o primeiro de um total de oito aeronaves militares Su-25 da era soviética à Bielorrússia para revisão e modernização, de acordo com um comunicado do Ministério da Defesa em Sofia.

O Su-25 foi desmontado e carregado em uma aeronave de transporte Il-76 no dia 28 de agosto.

O transporte para a 558ª Fábrica de Reparo de Aeronaves em Baranovichi, na Bielorrússia, foi bem-sucedido, disse o Ministério da Defesa.

Antes, a legislação búlgara foi alterada para possibilitar o envio da aeronave à Bielorrússia para reparos. A emenda permitiu ao Ministério da Defesa emitir um certificado de exportação para esse equipamento.

A alteração foi apresentada e aprovada porque, durante muito tempo, o Ministério da Economia da Bulgária recusou a permissão para a transação. Houve um problema na transmissão do pagamento pelas revisões devido a sanções contra a Bielorrússia.

O reparo das oito aeronaves deverá custar cerca de 100 milhões de levs (cerca de 50 milhões de euros) sem impostos.

O Ministério da Defesa da Bulgária disse que a Força Aérea tem 14 jatos Su-25.

O ministro da Defesa, Krassimir Karakachanov, disse que deseja que pelo menos 10 sejam revisadas até o final do atual mandato do governo.

Em 24 de agosto, o primeiro-ministro Boiko Borissov disse em um post no Facebook que o governo cumpriu seu compromisso e forneceu 41 milhões de euros ao Ministério da Defesa para o reparo da aeronave.

Borissov disse que havia visitado o aeroporto militar de Bezmer, onde foi informado sobre o estado dos Su-25.

“Fui informado de que o Ministério da Defesa já havia transferido o valor para a empresa que irá reparar o Su-25”, disse ele.


Fonte: The Sofia Globe

Anúncios