Um caça F-22 Raptor do 90° Esquadrão de Caça se prepara para decolar rumo a Base Aérea de Andersen, em Guam. (Foto: Tech. Sgt. Dana Rosso / U.S. Air Force)

Quatro caças F-22 Raptor da Base Aérea Conjunta Elmendorf-Richardson, no Alasca, partiram no dia 18 de setembro para mais um período de implantação na Base Aérea de Anderson, em Guam, no apoio aos pacotes de segurança das forças aéreas implantadas no Pacífico.

Os caças F-22 do 90° Esquadrão de Caça na linha de voo da Base Aérea Conjunta de Elmendorf-Richardson, Alasca. (Foto: Tech. Sgt. Dana Rosso / U.S. Air Force)
Este será o primeiro destacamento dos caças F-22 Raptor da base desde 2011. (Foto: Tech. Sgt. Dana Rosso / U.S. Air Force)
A equipe e material de apoio está seguindo a bordo de um C-17 Globemaster III. (Foto: Tech. Sgt. Dana Rosso / U.S. Air Force)

Os caças F-22 fazem parte do 90° Esquadrão de Caça da 3ª Ala, e é a primeira vez desde 2011 que os caças da ala estão sendo implantados no Teatro de Operações do Pacífico. Para a missão, eles estão recebendo o apoio do pessoal da ativa e da reserva da ala e também do 477° Grupo de Caça, que estão seguindo junto num C-17 Globemaster III.

Enhanced by Zemanta
Anúncios

5 COMENTÁRIOS

  1. Hum ! Irao pegar um bronzeado na paradisiaca e tropicalhente ilha de Guan,estes caças realmente precisam disto,pois estao com uma vida muito monotona,a entrada do SU50 e J31 em serviço dara´um novo tchan no emprego desta belezura !

  2. Após essa notícia,o que dirão os solitários e caricatos criticos do Raptor?

    • Pode ter certeza que alguma coisa vão achar, pelo menos cansaram da história que ele derrete na chuva.

    • Estão dando uma folga Pra ele. A bola da vez é criticar o F-35 e babar em cima do T-50 e J-31 ( que nem estão operacionais ainda e com anos de atraso em relação aos americanos )….

Comments are closed.