O avião anfíbio chinês AVIC AG600 durante o seu primeiro voo no dia 24 de dezembro.

O primeiro grande avião anfíbio chinês, o AVIC AG600, realizou no domingo seu primeiro voo, decolando do aeroporto de Junwan, na cidade de Zhuhai, província de Guangdong.

O voo inaugural do AG600 “Kunlong” durou 64 minutos, e partiu às 9h39 da manhã, no aeroporto localizado no Sul da China, local onde é realizada anualmente da maior feira de aviação chinesa.

“O voo inaugural torna a China um dos poucos países capazes de desenvolver uma grande aeronave anfíbia”, disse Huang Lingcai, designer-chefe do AG600.

O Comitê Central do Partido Comunista da China (CPC) e o Conselho do Estado felicitaram todos os envolvidos na missão, inclusive os do Ministério da Indústria e Informação, da Administração da Aviação Civil da China e da Corporação da Indústria de Aviação da China (AVIC).

A mensagem de congratulação dizia que o voo inaugural era um importante avanço no desenvolvimento de aeronaves de propósito especial após o primeiro voo do grande jato de passageiros C919 em maio.

A aeronave de 39,6 metros, com um tamanho semelhante ao de um Boeing 737, é alimentada por quatro turboélices de construção nacional, de acordo com seu desenvolvedor, a Aviation Industry Corporation da China (AVIC).

Com um peso máximo de decolagem de 53,5 toneladas e uma velocidade máxima de cruzeiro de 500 km/h, o AG600 tem uma autonomia de 12 horas.

Projetado para ser o maior avião anfíbio do mundo, o AG600 será usado principalmente para resgate marítimo, combate a incêndios florestais e monitoramento marinho.

Após este voo, outros testes ainda serão realizado em pistas convencionais, antes do avião fazer testes na água, o que só deverá acontecer no próximo ano.

A aeronave que recebeu o nome “Kunlong”, que significa “Kun”, um enorme peixe lendário, e “Long”, dragão, pode transportar 50 pessoas durante missões de busca e resgate

O AG600 é o terceiro membro da “grande família de aviões” da China, após o grande avião de transporte militar Y-20 e a grande aeronave de passageiros C919, que fizeram seus voos inaugurais em 2013 e 2017, respectivamente. O Y-20 entrou em serviço com a força aérea chinesa em julho de 2016.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Essa aeronave demonstra que os chineses estão evoluindo muito quando se trata do quesito design. Pouco tem a ver com os similares que conhecemos. E é o que veremos cada vez mais. Aprenderam a fazer e passam a ter 'DNA' próprio.

    • Não deixa de ser uma evolução do antigo Harbin SH-5 com linhas mais modernas, onde colocaram nova cauda diferente da copiada dos Beriev que possuiam.
      Mas estão de parabens, junto com a Rússia e Japão são os unicos a ainda produzirem estes grandes anfíbios.
      . http://www.farmboyzimsflightsims.com/SH5_02.jpg

Comments are closed.