Embraer E195-E2 “Tech Lion”. (Foto: Embraer)

Após sua bem-sucedida estreia na 53ª edição do Paris Air Show International, o mais novo “Profit Hunter” da Embraer – o E195-E2 com uma impressionante pintura “TechLion” cobrindo toda a fuselagem – iniciará sua turnê mundial de demonstração. A primeira parada será em Xiamen, na China, nesta segunda-feira, seguida de diversas outras passagens pelo país e pela região da Ásia-Pacífico durante os meses de julho e agosto.

Em todos os locais, a Embraer mostrará a eficiência e a cabine silenciosa da aeronave. O E195-E2 é o maior dos três aviões da segunda geração da família de jatos comerciais da Companhia, os E-Jets E2.

O E195-E2 momentos antes de partir de São José dos Campos. (Foto: Sydney Rodrigues)

“Estamos satisfeitos em iniciar a turnê de demonstração global do E195-E2, maior aeronave já desenvolvida pela Embraer, com nossos clientes chineses”, disse John Slattery, Presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial. “As companhias aéreas irão se impressionar com a excepcional eficiência operacional do E2, além de maior flexibilidade operacional e incomparável conforto para os passageiros. Com o status de jato de corredor único mais eficiente do mercado, o E195-E2 é a aeronave ideal para o crescimento dos negócios regionais e para complementar as frotas atuais de baixo custo e linha principal.”

“Em 2018, o volume de passageiros da Aviação Civil da China continuou a crescer a uma taxa de dois dígitos, apresentando aumento de 10,9% em relação ao ano anterior. Com o surgimento de necessidades locais de cidades de segundo e terceiro níveis, a China introduziu uma série de políticas favoráveis ao desenvolvimento da aviação regional. Isso criará um grande potencial de mercado para aeronaves com até 150 assentos”, disse Guan Dongyuan, Vice-Presidente Sênior da Embraer e Presidente da Embraer China. “Estamos orgulhosos em acompanhar o crescimento dessa indústria, liderando o mercado regional com uma participação de quase 70%. Atualmente, oito companhias aéreas operam 105 aeronaves comerciais da Embraer na Grande China e na Mongólia, o que estabeleceu uma base sólida para a entrada dos jatos E2 no mercado.”

Bela imagem da cabine de comando do E195-E2. (Foto: Sydney Rodrigues)

Em novembro de 2018, o E190-E2 viajou por boa parte da China e completou com sucesso sua turnê de demonstração passando por 11 cidades (incluindo Ulaanbaatar, na Mongólia) em 20 dias. A aeronave retornou ao país em maio deste ano, voando de Xining para o Aeroporto Yushu Batang, que fica a uma altitude de 3.950 metros acima do nível do mar.

“Desta vez, traremos o atraente “TechLion” E195-E2 para oferecer aos nossos clientes uma visão, em primeira mão, de seus recursos tecnológicos avançados, sistemas habilitados para eletrônicos e layout de assentos escalonados exclusivo da Embraer na classe executiva”, disse Guo Qing,Vice-Presidente de Vendas e Marketing da Embraer Aviação Comercial para China. “O E195-E2 pode alcançar custos competitivos por assento equiparáveis aos de aeronaves de corredor único maiores, mas com custos significativamente menores por viagem, o que permitirá às operadoras, especialmente as de baixo custo, explorar mercados secundários adicionais, expandindo ainda mais a conectividade da malha e trazendo benefícios para a empresa e o público em geral.”

O E195-E2 durante escala em Gran Canária. (Foto: Sydney Rodrigues)

Em abril, a Embraer recebeu o Certificado de Tipo para o E195-E2 por parte de três órgãos regulatórios mundiais – a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) e a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA). O avião entrará em operação no segundo semestre, com a Azul Linhas Aéreas Brasileiras. A companhia aérea espanhola Binter também receberá seu E195-E2 ainda neste ano.

O E195-E2 é a aeronave mais ambientalmente amigável na categoria, operando com o menor nível de emissões de ruído externo. A margem cumulativa para o limite de ruído ICAO Stage IV varia de 19 a 20 EPNdB, 4.0 EPNdB a menos do que o concorrente direto.

As metas de desempenho do E195-E2 deveriam ser similares às do E195, ainda que transportassem mais carga útil e queimassem 25,4% menos combustível por assento. Seu alcance máximo é de 4.815 km (2.600 milhas náuticas) com carga total de passageiros, 600 milhas náuticas a mais do que o E195, e possui três fileiras adicionais de assentos. As companhias aéreas podem optar por configurar a cabine em duas classes com 120 assentos ou uma única classe com até 146 assentos.

Assim como o E190-E2, o E195-E2 possui os maiores intervalos de manutenção da categoria de jato de corredor único – 10 mil horas de voo para atividades básicas de manutenção e sem limite de calendário para utilizações típicas. Isso significa 15 dias a mais para utilização da aeronave em um período de dez anos em comparação à atual geração de E-Jets.

Uma pintura especial foi aplicada em toda aeronave PR-ZIQ. (Foto: Sydney Rodrigues)

A Embraer é líder mundial na fabricação de jatos comerciais com até 150 assentos. A companhia conta com 100 clientes em todo o mundo. Somente para o programa de E-Jets, a Embraer registrou mais de 1.800 pedidos e 1.500 aeronaves foram entregues. Atualmente, os E-Jets estão voando na frota de 75 clientes em 50 países. A versátil família de 70 a 150 assentos voa com companhias aéreas de baixo custo, bem como com operadoras regionais e tradicionais.

Anúncios

1 COMENTÁRIO