Os dois caças Gripen C que chegaram na África do Sul por navio, sendo rebocados para Base Aérea de Ysterplaat, na Cidade do Cabo. (Foto: Dean Wingrin)

O tráfego de veículos na Cidade do Cabo, África do Sul, viu algo bem diferente na tarde do dia 11 de fevereiro: os dois primeiros caças Saab Gripen C (monoplaces) destinados para Força Aérea da África do Sul (SAAF) sendo rebocados para Base Aérea de Ysterplaat, via rodovia.

As duas aeronaves, 3911 e 3910, seguiram por uma estrada de 8km entre o porto e a base aérea. (Foto: Dean Wingrin)
A aeronave Gripen C 3911 sendo rebocada por uma estrada na Cidade do Cabo. (Foto: Dean Wingrin)

O primeiro caça Gripen C era inicialmente para ter sido entregue no final de outubro/início de novembro de 2009, mas foi atrasado pela África do Sul, e então agora duas aeronaves foram desembarcadas juntas na quinta-feira passada, dia 10. As duas aeronaves, seriais da SAAF 3910 e 3911, chegaram de navio no porto de Table Bay. E no dia 11 foram rebocadas por uma estrada de 8km do porto até a Base Aérea de Ysterplaat, onde eles serão preparados para poder voar.

O Gripen C 3911 deixando o porto de Table Bay. (Foto: Dean Wingrin)
O Gripen C 3910 entrando na Base Aérea de Ysterplaat. (Foto: Dean Wingrin)
O Gripen C 3911 entrando na Base Aérea de Ysterplaat. (Foto: Dean Wingrin)

Um vez que estajam operacionais, as duas aeronaves voarão para o Centro de Desenvolvimento de Teste de Voo (TFDC) da SAAF, no extremo sul de Cape. Eles permanecerão nesse centro por aproximadamente dus semanas antes de voarem para BAse Aérea de Makhado, próximo a cidade de Louis Trichardt, onde eles se juntarão ao Esquadrão 2.

Os caças Gripen atuarão como peça chave nos planos da força aérea de proteger o espaço aéreo sobre os estádios durante a Copa do Mundo de Futebol 2010. Pelo menos quatro caças  Gripen C deverão estar operacionais no país para Copa do Mundo, juntamente com as aeronaves Gripen D atualmente em serviço.

Os caças Gripen, através da Saab-BAE Systems, foram anunciados vencedores em novembro de 1998 como parte de um novo pacote de equipamentos de defesa que a SAAF propôs conforme requerimentos para uma nova Aeronave Avançada de Caça Leve. Os Gripen foram adquiridos para substituirem os caças Atlas Cheetah D (biplace) e Cheetah C (monoplace) que então estavam na frota da SAAF.

O pedido original era para 9 caças Gripen D (biplaces) e 19 Gripen C (monoplaces). No entanto, o pedido foi revisto em 2005 para 9 aeronaves biplace e 17 na versão mon0place.

O primeiro Gripen da África do Sul foi apresentado na fábrica da SAAB em outubro de 2005 e efetuou seu primeiro voo no dia 11 de novembro do mesmo ano. A aeronave voou pela primeira vez na África do Sul no dia 19 de setembro de 2006, na Base Aérea de Ysterplaat, em Cape Town.

A SAAF colocou em operação o primeiro Gripen D em abril de 2008 e o últimos dois caças Gripen D chegaram na África do Sul em julho de 2009. As oito aeronaves que chegaram estão atribuídas ao Esquadrão 2, na Base Aérea de Makhado.

Fonte: South African Air Force – Tradução e Adaptação do Texto: Cavok

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS