Mil Mi-26

O helicóptero foi desenhado por Marat Tishchenko, o projetista favorito de Mikhail Mil, e o primeiro protótipo voou em 14 de dezembro de 1977. Os primeiros equipamentos de série foram entregues aos militares soviéticos em 1983.

Mi-26M 2

Mi-26M 3

Mi-26M 1

2002342

1989586

2167453

1969820

2188561

2034362

2095188

2460660

UTair+Mi-26+fleet

Mil Mi-26T

2322453

RA-06255-Mil-Mi-26_1

RA-06255-Mil-Mi-26

016421

2239966

NJMY1

usal

2380087

Operadores Militares:

  • Argélia;
  • Bielorrússia;
  • Camboja;
  • Cazaquistão;
  • Coreia do Norte;
  • Guiné Equatorial;
  • Índia;
  • México;
  • Peru;
  • República Democrática do Congo;
  • Rússia;
  • Ucrânia;
  • Venezuela.

Operadores Civis:

  • Bélgica;
  • Rússia.

Características técnicas principais:

  • Propulsão: dois motores turbo-eixo Lotarev D-136, de 8,500 kW (11,399 shp) cada
  • Diâmetro do rotor: 32 m
  • Comprimento: 40 m
  • Altura: 8,145 m
  • Peso vazio (MEW): 28.200 kg
  • Peso máximo de decolagem (MTOW): 56.000 Kg
  • Carga máxima: 20 toneladas
  • Velocidade máxima: 295 km/h
  • Velocidade de cruzeiro: 255 km/h
  • Raio de operação: 1.920 km
  • Teto de serviço: 4.600 m

 

FONTE: Rosvertol – EDIÇÃO: Cavok

IMAGENS: Rosvertol, Internet

 

Anúncios

43 COMENTÁRIOS

  1. Sou fã incondicional desse aparelho, bem como de toda a gama de helicopteros fabricada na Rússia.Não ha nada que se equipare a esse monstro, em termos de carga. belissimas imagens. o chinook parece de brinquedo perto dele.

  2. A 2ª foto, na minha opinião, é a mais impressionante de todas…
    😉

  3. Alguem sabe bem ao certo pra que que serve aquelas "capas" pretas que vão na frente do motor?? (Aparecem bem nítidas na 5 foto)

    Eu imagino que é alguma proteção contra detritos/sujeira, mas queria saber se tem outra função ou se é só isso mesmo…

  4. Foi mais rápido no gatilho…

    Iria falar a mesma coisa….

    olha o tamanho do caboco perto do heli….

  5. Uma aeronave excepcional sem dúvida alguma, uma pena não ser um sucesso de exportações devido em grande parte pela falha Soviética/Russa em prestar um bom apoio pós venda.

    Até hoje nenhum aparelho ocidental conseguiu ultrapassar na sua função mas em contrapartida seus concorrentes tiveram e tem ainda grandes sucessos comerciais. Vejo algumas deficiências como a ausência se sonda para revo limitando seu alcance, outro ponto foi a demora na atualização da aviônica por mais que a analógica seja confiável hoje os dias são outros e a necessidade de se manter atualizado é mais que vital.

    Espero que ainda vendam mais exemplares nos próximos anos caso contrário será finalizada em definitivo a sua produção e que para variar o número de aparelhos usados e ou desativados vem aumentando de forma significativa.

  6. Penso que essa aeronave não vende porque é caríssima de operar e manter.

  7. Seria muito bom uma frota de aeronaves deste porte para transporte de cargas e passageiros até cidades encravadas na Amazônia. Mais ecológica do ponto de vista logístico, não seriam necessárias grandes pistas de pouso para o gigante, além de escapar dos atoleiros das estradas Transamazônicas.

  8. Seria muito bom uma frota de aeronaves deste porte para transporte de cargas e passageiros até cidades encravadas na Amazônia. Mais ecológica do ponto de vista logístico, não seriam necessárias grandes pistas de pouso para o gigante, além de escapar dos atoleiros das estradas Transamazônicas. https://www.youtube.com/watch?v=ED0-_rMRr9c

  9. Seria muito bom uma frota de aeronaves deste porte para transporte de cargas e passageiros até cidades encravadas na Amazônia. Mais ecológica do ponto de vista logístico, não seriam necessárias grandes pistas de pouso para o gigante, além de escapar dos atoleiros das estradas Transamazônicas. https://www.youtube.com/watch?v=ED0-_rMRr9c

  10. Seria muito bom uma frota de aeronaves deste porte para transporte de cargas e passageiros até cidades encravadas na Amazônia. Mais ecológica do ponto de vista logístico, não seriam necessárias grandes pistas de pouso para o gigante, além de escapar dos atoleiros das estradas Transamazônicas. https://www.youtube.com/watch?v=ED0-_rMRr9c

  11. Seria muito bom uma frota de aeronaves deste porte para transporte de cargas e passageiros até cidades encravadas na Amazônia. Mais ecológica do ponto de vista logístico, não seriam necessárias grandes pistas de pouso para o gigante, além de escapar dos atoleiros das estradas Transamazônicas. https://www.youtube.com/watch?v=ED0-_rMRr9c

  12. Seria muito bom uma frota de aeronaves deste porte para transporte de cargas e passageiros até cidades encravadas na Amazônia. Mais ecológica do ponto de vista logístico, não seriam necessárias grandes pistas de pouso para o gigante, além de escapar dos atoleiros das estradas Transamazônicas. https://www.youtube.com/watch?v=ED0-_rMRr9c

  13. Seria muito bom uma frota de aeronaves deste porte para transporte de cargas e passageiros até cidades encravadas na Amazônia. Mais ecológica do ponto de vista logístico, não seriam necessárias grandes pistas de pouso para o gigante, além de escapar dos atoleiros das estradas Transamazônicas. https://www.youtube.com/watch?v=ED0-_rMRr9c

  14. Seria muito bom uma frota de aeronaves deste porte para transporte de cargas e passageiros até cidades encravadas na Amazônia. Mais ecológica do ponto de vista logístico, não seriam necessárias grandes pistas de pouso para o gigante, além de escapar dos atoleiros das estradas Transamazônicas. https://www.youtube.com/watch?v=ED0-_rMRr9c

  15. Seria muito bom uma frota de aeronaves deste porte para transporte de cargas e passageiros até cidades encravadas na Amazônia. Mais ecológica do ponto de vista logístico, não seriam necessárias grandes pistas de pouso para o gigante, além de escapar dos atoleiros das estradas Transamazônicas. https://www.youtube.com/watch?v=ED0-_rMRr9c

  16. Seria muito bom uma frota de aeronaves deste porte para transporte de cargas e passageiros até cidades encravadas na Amazônia. Mais ecológica do ponto de vista logístico, não seriam necessárias grandes pistas de pouso para o gigante, além de escapar dos atoleiros das estradas Transamazônicas. https://www.youtube.com/watch?v=ED0-_rMRr9c

  17. Existe alguma versão armada deste aparato?? eu fico imaginando o MI26 pairando sobre uma posição inimiga e com este porão carregado de bombas burras, não gostaria de estar servindo de alvo no solo nesta hora… 20 toneladas de bombas caindo de uma só vez, basta abrir a rampa e inclinar um pouco a máquina… creio que deva existir sim uma versão assim guardada em segredo, coisas como essa somente os russos são capazes de fazer… duas asas instaladas nas laterais e toda a sorte de foguetes e mísseis também seriam interessantes… além de um canhão de 120 mm na proa logo abaixo do nariz com atirador e municiador comodamente instalados, espaço tem de sobra .. já pensaram essa coisa abrindo fogo??? os russos são capazes de tudo, devem ter modelos deste tipo armados nesta configuração…

  18. Parece que em algum momento houve interesse do Brasil na compra de dois helicópteros de grande porte, tanto para atuar na região amazônica como para missões de paz internacionais, sendo o Mi-26 um dos concorrentes junto com o CH-47 Chinook. Quanto ao fim da produção desse gigante ainda não acontecerá tão cedo, pois em 2015 é planejada a estreia do modelo Mi-26T2, com aviônica melhorada o que diminuirá a necessidade de tripulantes para apenas dois, além de capacidade de voo dia e noite. O problema é que os motores D-136 desse monstro são produzidos na Ucrânia na Motor Sich e com a crise por lá eles não seriam fornecedores confiáveis para o Putin.

  19. Incrível esta aeronave em todos os sentidos. Esse monstro demorou um pouco para entrar em operação na época em razão da conclusão do projeto e construção da caixa de distribuição do rotor principal, um feito de engenharia espetacular. A foto do painel de instrumento é muito bonita e demonstra o avanço dos russos em aviônicos digitais.

  20. Olha, pelo que é dado a conhecer foram feitas 13 versões do Mi-26 e nenhuma delas armada. Até mesmo a versão de guerra anti-submarino, conhecida como Mi-26NEF-M, só dispunha de um radar de busca sob o radome do nariz. Não teria sentido armá-lo pois ele é muito grande, portanto seria muito vulnerável num campo de batalha. Fora isso os russos dispõem de uma variada gama de helicópteros armados que se prestam e bem ao papel, desde o venerando Mi-8 até o mais novo Mi-28 Night Hunter.

  21. Esses dias em outro comentário tu falou das sandices que vê por aqui, imagino que chegou a tal conclusão lendo seus próprios comentários.

    Ja leu sobre o incidente de Khankala? Pelo seu comentário não.

  22. Pelo que entendi, é para reduzir a velocidade do ar admitido pelas turbinas – o passo delas é mais lento do que o de um heli menor, aí tem de se conter o excedente de ar ingerido…

  23. o a6tiago está desatualizado. Numa das fotos – a 6ª -se vê a suite atualizada do Mi-26AT. E ele é CARO, ams se o Peru consegue manter eles voando… qualquer um consegue.

  24. Acho fantástica é a operação privada dele na Rússia. A UTair usa eles regularmente pra transporte misto – sem eles a sibéria ficaria isolada por 1/4 do ano! E fazem de tudo, voam em qualquer clima, com carga máxima, são brutalmente resistentes e acima de tudo, são simples. Coisa de russos, gente que desce do avião pra empurrar…

  25. U$30 milhões versão de exportação.

    Hora de voo era $ 11.000 em 2005.

  26. Belíssimas imagens!
    Parabéns LaMarca pela seleção de fotos. Tenho verdadeira paixão pelo mundo das asas rotativas.
    Você transmitiu muito bem a grandiosidade desta máquina.
    Considero uma verdadeira obra prima da engenharia aeronáutica russa.

  27. Obrigado, brasileiro1!

    De fato, o Mi-26 é um equipamento espetacular.

    Sds!

  28. Bem que o Exército poderia comprar um bom lote desses, ao invés de ficarem cobiçando os Chinooks já usados pelos zistaduzunidos ! 🙂

  29. Caro amigo não estou nem um pouco desatualizado, a Mil foi introduzir monitores multifuncionais 15 anos depois que o ocidente já tinha feito em seus helicópteros de vários tipos, talvez tenha me expressado mau mas os Russos em alguns aspectos demoram para introduzir novas tecnologias, se formos puxar aqui da uma lista considerável indo de aviônica a motores entre outros componentes.

    O Mi-26 em capacidade é imbatível mas caro demais para se manter e lerdo demais para os campos de batalha mas se tratando de apoio e transporte de pessoal dificilmente veremos outra aeronave do mesmo porte.

    Não vislumbro um futuro promissor mesmo para os modernizados, o que nos resta é observar as cenas dos próximos capítulos.

  30. Pra ter ideia de preço, a India comprou 80 Mi-17v5 por U$1.340 bilhões, isso da aprox. U$16.740 milhões por cada Mi-17v5.

    No mercado de usados tem dois Mi-26 fabricados em 1991 por U$9 milhões a unidade. Como que um novo vai custar só U$15 milhões?

    Mi-26T2 é U$30.000.000, talvez até mais, pois minha fonte é de 2012.

  31. Fantástico! Mesmo se conhecermos um pouco da teoria de vôo das asas rotativas, surpreende como um gigante destes consegue ser delicado ao levantar um CH-47, que por si é imenso.

Comments are closed.