Pintura especial no 787-10 Dreamliner em alusão aos 100 anos da KLM (Foto: Paul Ridderhof)

O primeiro Boeing 787-10 da companhia aérea KLM chegou ao Aeroporto Internacional de Schiphol, em Amsterdã, por volta das 8h30 do dia 30 de junho.

A aeronave estava programada originalmente para chegar no dia 29 de junho e participar da cerimônia de abertura das celebrações do 100º aniversário da companhia aérea de bandeira holandesa, mas não conseguiu chegar a tempo devido a um atraso de última hora.

Acontece frequentemente que o processo de entrega de uma aeronave está um pouco atrasado devido à sua complexidade e aos procedimentos administrativos, disse o CEO da KLM, Pieter Elbers, ao portal de notícias da aviação holandesa Luchtvaart Nieuws.

De acordo com as fontes da empresa holandesa, a causa do atraso foi a certificação da vedação do tanque de combustível, que não estava bem documentada, de modo que a aeronave não foi autorizada para entrega.

Com esta entrega, a KLM se tornou a primeira companhia aérea na Europa a receber a maior variante da família Dreamliner.

A aeronave está registrada como PH-BKA e batizada como “Flor de Laranjeira”. Para celebrar o 100º aniversário da companhia aérea, ele apresenta uma inscrição especial em sua pintura.

O 787-10 é quase 6 metros mais longo que o 787-9 e pode, portanto, transportar 50 passageiros adicionais. O primeiro 787-10 da KLM está configurado para acomodar até 344 passageiros, incluindo 38 na Classe Executiva.

A KLM e sua parceira francesa, a Air France, estão buscando uma estratégia de padronização para suas frotas de longa distância. Para este fim, o Grupo Air France-KLM decidiu trocar suas encomendas restantes pelos Boeings 787 e Airbus A350.

Ambas as operadoras visam reduzir seus custos operacionais e acelerar seu crescimento através da harmonização de tipos de aeronaves em suas frotas.

A implementação do intercâmbio entre as duas companhias aéreas significa que os seis Boeing 787 restantes encomendados à Air France serão transferidos para a KLM e sete Airbus A350-900 também sob encomenda serão transferidos para a Air France entre 2021 e 2023.

A Air France receberá seu primeiro Airbus A350-900 em setembro. A aeronave já saiu da oficina de pintura em Toulouse.

A transportadora francesa tem 20 A350-900 na sua carteira de encomendas, além dos sete A350-900 que serão transferidos da carteira de encomendas da KLM.

A frota Dreamliner da KLM chegará a 21 Boeing 787 até 2021, incluindo seis Dreamliners, que serão transferidos da carteira de encomendas da transportadora francesa.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS