Super Tucano Afeganistão (1)
No dia 15/01/2016 a Força Aérea Afegã (AAF) recebeu os 4 primeiros exemplares do Super Tucano, de um total de 20 encomendados / Foto: USAF

No dia 15 de janeiro nós já tínhamos mostrado em primeira mão, entre os sites de língua portuguesa, a entrega dos quatro primeiros exemplares da aeronave de ataque leve e contra-insurgência Embraer A-29 Super Tucano à Força Aérea Afegã (AAF). Veja agora algumas imagens da cerimônia de recebimento das aeronaves, que ocorreu na Base Aérea de Bagram, localizada a cerca de 60 km ao norte de Cabul, capital do Afeganistão.

Na cerimônia, que contou com a presença do ministro da Defesa afegão, Masoom Stanikzai, a USAF transferiu para AAF as aeronaves registradas sob os números 13-2006, 13-2007, 13-2008 e 13-2009.

Super Tucano Afeganistão
O Ministro da Defesa do Afeganistão, Masoom Stanekzai, acompanhou a chegada das aeronaves / Foto: USAF
Super Tucano Afeganistão (3)
Observar que as metralhadoras .50 que ficam no interior das asas foram retiradas para o voo de translado / Foto: USAF
Super Tucano Afeganistão (2)
No dia 15/01/2016 a USAF transferiu para AAF as aeronaves registradas sob os números 13-2006, 13-2007, 13-2008 e 13-2009 / Foto: USAF
Super Tucano Afeganistão (4)
No dia 15/01/2016 a AAF recebeu os 4 primeiros exemplares do Super Tucano, de um total de 20 encomendados. As unidades restantes serão entregues até 2018 / Foto: USAF
Super Tucano Afeganistão (5)
O treinamento dos pilotos da AAF, e respectivo pessoal de apoio, é realizado na Base Aérea de Moody, no estado americano da Geórgia / Foto: USAF
Super Tucano Afeganistão (6)
A entrega dos quatro primeiros exemplares do Super Tucano à AAF foi realizada na Base Aérea de Bagram, no Afeganistão / Foto: USAF
Super Tucano Afeganistão (8)
No dia 15/01/2016 a USAF transferiu para AAF as aeronaves registradas sob os números 13-2006, 13-2007, 13-2008 e 13-2009 / Foto: USAF
Super Tucano Afeganistão (7)
Embrear A-29 Super Tucano / Foto: USAF

No âmbito do programa LAS (Light Air Support) da Força Aérea dos EUA (USAF), como parte de um contrato no valor de USD 427 milhões, a AAF vai receber 20 unidades do A-29, com a Embraer fornecendo as aeronaves, equipamentos de treinamento no solo (simuladores), e peças de reposição, e ficando a cargo da Sierra Nevada Corporation (SNC) o apoio logístico local, e o treinamento dos pilotos e equipes de manutenção. A entrega dos 16 exemplares restantes será realizada o final de 2018.

As aeronaves do programa LAS são montadas nas instalações da SNC no Aeroporto Internacional de Jacksonville, na Flórida, a partir de kits fabricados pela Embraer na fábrica de Gavião Peixoto (SP). O treinamento dos pilotos da AAF, e respectivo pessoal de apoio, é realizado na Base Aérea de Moody, no estado americano da Geórgia.

O A-29 Super Tucano é uma aeronave turboélice durável, versátil e potente, capaz de executar uma ampla gama de missões, mesmo operando em pistas não-preparadas. Devido ao seu projeto original, alta velocidade e grande capacidade de manobra, o Super Tucano é o único em sua categoria cujo cockpit apresenta excelente visibilidade, sendo extremamente eficiente e pouco vulnerável em missões de apoio aéreo tático. O conjunto de sistemas avançados, robustos e redundantes do A-29 Super Tucano permitem à aeronave superar qualquer outro concorrente da sua classe.

Em mais de dez anos de operação, o Super Tucano já alcançou um excelente histórico de desempenho e mais de 230 pedidos firmes. Com mais de 140 configurações de armamentos certificadas, o A-29 está equipado com tecnologias avançadas em sistemas eletrônicos, eletro-ópticos, infravermelho e laser, assim como sistemas de rádios seguros com enlace de dados e uma inigualável capacidade de armamentos.

O Super Tucano possui cinco pontos fixos (dois em cada asa e um sob a fuselagem) que permitem carregar até 1.500 kg de uma extensa gama de armamentos (convencionais e inteligentes), inteiramente integrada ao seu sistema de aviônicos, para acompanhar as contínuas mudanças que ocorrem nos potenciais ambientes de operação da aeronave.

O A-29 está equipado com duas metralhadoras .50” (12,7 mm), cada uma com duzentos tiros, instaladas internamente nas asas. Adicionalmente, o Super Tucano pode ser configurado com armamento subalar adicional, como por exemplo, dois casulos para canhões de 20 mm ou metralhadoras .50”, aumentando, de maneira significativa, o seu poder de fogo para as missões que requeiram saturação ar-terra.

Todas as estações podem ser carregadas com lançadores de foguetes SBAT-70/19 ou LAU-68.

Entre os principais armamentos compatíveis com a aeronave estão:

Mísseis ar-ar:

  • AIM-9L Sidewinder
  • MAA-1A Piranha
  • MAA-1B Piranha
  • Python 3
  • Python 4

Mísseis ar-solo:

  • AGM-65 Maverick
  • Delilah AL

Bombas:

  • Emprego geral:
    • (10x) Mk 81 (convencionais ou equipadas com conjuntos de guias)
    • (5x) Mk 82 (convencionais ou equipadas com conjuntos de guias)
    • M-117
  • Incendiárias:
    • BINC-300
  • Fragmentação:
    • BLG-252
  • Guiadas:
    • GBU-54
    • GBU-38
    • GBU-39
    • Paveway II

O Super Tucano possui um sistema de aviônica baseado em uma arquitetura de barramento MIL-STD-1533, e incorpora também os seguintes sistemas:

  • Conceito Full Hands on Throttle and Stick [Mãos na Manete e Manche] (HOTAS);
  • INS a Laser com Sistema de Navegação GPS;
  • V/UHF tático com provisões para data-link;
  • Rádio-Comunicação e Navegação Integradas;
  • Câmera/Gravador de Vídeo;
  • Sistema de iluminação interna e externa compatível com NVG [Óculos de Visão Noturna] Gen III [terceira geração];
  • Piloto Automático militar de dois eixos, com capacidade de planejamento de missão incorporada;
  • Infra-Vermelho de Visão à Frente [Forward-Looking Infrared] (FLIR);
  • Cabine com instrumentação totalmente eletrônica, que resulta em baixa carga de trabalho para proporcionar melhor percepção situacional;
  • Capacete com mira [HMD – Helmet Mounted Display] (opcional);
  • Modos de Ataque Computadorizados (CCIP, CCRP, CCIL, etc.);
  • HUD (Head Up Display) [Apresentação Visível com a Cabeça Erguida] com UFCP (Up Front Control Panel) [Painel de Controle à Frente];
  • Duas (ou três, opcional) telas multi-Função em cores, (CMFD) [Color Multi-Function Displays], por posto de pilotagem.

A sobrevivência da tripulação é assegurada por meio de blindagem e provisões de tecnologia de ponta como MAWS (Missile Approach Warning System / Sistema de Alerta de Aproximação de Míssil) e RWR (Radar Warning Receiver / Receptor de Alerta de Radar], além de dispensadores de chaff e flares.

O A-29 Super Tucano possui um sistema de controle ambiental projetado para maximizar o conforto da tripulação e um Sistema Embarcado de Geração de Oxigênio (OBOGS). Para uma eventualidade, a aeronave está equipada com assentos ejetáveis Martin-Baker MK-10LCX, que incorporam um dispositivo de ejeção sequencial de três modos.

Um motor turboélice Pratt & Whitney PT6A-68/3 de 1,600 SHP que incorpora FADEC (Full Authority Digital Engine Control / Controle Digital de Motor com Autoridade Total) e EICAS (Engine Indication and Crew Alerting System / Sistema de Indicação de Motor e Alerta da Tripulação) impulsiona a aeronave.

Veja abaixo um vídeo em que o general Charles F. “Chuck” Wald, da USAF, afirma, entre outros, que o Super Tucano é  “uma fantástica aeronave do século 21”:

Reveja o vídeo com a chegada dos quatro primeiros exemplares do Super Tucano à Base Aérea de Bagram, no Afeganistão:

divider 1EDIÇÃO: Cavok, com informações da Embraer

VÍDEOS:

  • BuiltForTheMission
  • Gung Ho Vids, com imagens do Staff Sgt. Richard Kaulfers
Anúncios

9 COMENTÁRIOS

  1. Agora poderemos ter a verdadeira prova de fogo. Que venham os combates, que o ST seja eficaz, e que as vendas também.aumentem.

  2. Então os A-29 não estavam na Geórgia e sim no Afeganistão?!

    Muito legal!
    A prova de fogo está vindo…

    • O foda é se logo na primeira missão já forem abatidos..

      Talves o senhor ou qualquer outro por ai possa me responder , eles vão usar os ST logo de cara ou esperar os outros 16 pro início das operações?

      • Senhor?! ta me chamando de velho? hahahahahahaha
        Brincadeira…

        Para o tipo de missão que o ST vai enfrentar, eu acho que ele vai fazer seu nome…

  3. A primeira imagem do Super Tucano reluzindo ao sol é simplesmente magnífica…

    Bom… "Propaganda" colombiana… As ações do Super Tucano contra as FARC sem sombra de dúvidas elevaram o prestígio da aeronave até o reconhecimento mundial pelos seus feitos em sua categoria, além de outras operações recentes com as mais diversas forças aéreas…

  4. Que tipo de armamento vão empregar la ? Alguem sabe ? Vão ter que voar "baixo" ?

Comments are closed.