Jato F/A-18F Super Hornet com especial pintura de Top Gun. (Foto: via Revenge of The Fans)

Embora o filme “Top Gun: Maverick” tenha sido adiado para 2020, as gravações devem começar ainda este mês, e o que parece ser o jato Super Hornet que o agora então Capitão Pete Mitchell voará na sequência, foi fotografado nesta semana.

O jato F/A-18F Super Hornet está com uma pintura especial, incluíndo a insígnia da Escola de Armas de Combate da Marinha dos EUA, ou Top Gun, na cauda e o nome do piloto “Capt. Pete Mitchell ‘Maverick'” próximo do cockpit dianteiro. Os três “Hornets” pintados na lateral do cockpit também devem estar relacionados com o fato de Maverick ter abatido três ‘MiG-28s’ nos combates no final do primeiro filme de 1986. As imagens podem ter sido feitas por computador, mas jato da foto pertence ao Naval Air Warfighting Development Center (NAWDC) sediado na Estação Naval de Fallon, indicando que realmente Tom Cruise deve fazer um papel de instrutor de voo, de acordo com o site The War Zone.

As fotos foram divulgadas pelo site “Revenge of the Fans” e o autor é o homem que aparece na imagem, e que foi encarregado pela pintura do Super Hornet especial.

O filme agora está previsto para estreia no dia 26 de junho de 2020, e o elenco parece que já tomou forma, com Val Kilmer voltando como “Iceman”, Miles Teller com um dos principais papeis do roteiro, sendo o filho de Goose, companheiro de Mavericks no primeiro filme. Os veteranos Ed Harris e Jon Hamm também participarão da esperada continuação, e Jennifer Connelly será o par romântico de Tom Cruise.

Tom Cruise é piloto de verdade, não de jatos de combate, e chegou com seu avião P-51 Mustang na sede da Lockheed Martin, em Fort Worth, Texas, na semana passada para conhecer o novo jato F-35.

No final de agosto, a equipe de filmagem esteve a bordo do porta-aviões nuclear USS Abraham Lincoln, para registrar imagens que serão usadas no filme. No mesmo período o novo F-35C do esquadrão VFA 125 ‘Rough Riders’ esteve a bordo para qualificações embarcadas com a Marinha dos EUA. Os atores não embarcaram nestes dias de filmagens.

Enquanto nada foi confirmado, o boato é que o enredo do filme vai girar em torno de pilotos humanos que lutam para encontrar um lugar em um mundo onde eles são substituídos por drones.

Tom Cruise divulgou oficialmente sua volta ao papel de Maverick no final de maio, quando postou uma foto junto ao Super Hornet na sua conta do Instagram. Ainda fica a dúvida de qual jatos serão usados no novo filme.

10 COMENTÁRIOS

  1. 1) E os MiG-28 "Tigerski" de 1986 viraram F/A-18…

    2) Capitão Maverick? Já não devia ser, pelo menos, coronel? A gatinha-piloto do Capitã Marvel será coronel, aos 29 anos! 😀

    • 1) Licença poética.

      2) As graduações da USN são:
      OF1 – Sub Lieutenant – Sub Tenente
      OF2 – Lieutenant – Tenente
      OF3 – Lieutenant Commander – Tenente Comandante
      OF4 – Commander – Comandante
      OF5 – Captain – Captão
      OF6 – Commodore – Comodoro

      Logo, seria equivalente ao nosso Tenente-Coronel ou Capitão de Fragata.

      • Caro kekosam,

        Mas o engraçado é a falta de compromisso com a realidade até nos dias de hoje, nas duas observações, o que é totalmente valido, pois estamos falando de filmes.

        Mas:

        1) Poderia haver um "MiG-28 estilizado", e não Hornets, como marcação no F/A-18F da foto: e

        2) O interessante é a moça, tão nova, já ter uma alta patente e nosso amiguinho Maverick não ser Almirante (Admiral), patente não citada por você — teria ele sido indisciplinado em outras ocasiões? 😀

        • 1) Concordo. Mas vem de encontro com o "American Way of Life" em ser o centro do mundo e não dar muita importância para os outros. Abateu 3? Pinta 3. Qual? Ah… qualquer um… tanto faz… nem sei qual foi abatido mesmo…
          2) Coronel com 29 anos é forçação de barra mesmo… E se ele fosse Admiral (oficial general), não estaria pilotando caças… estaria num gabinete. Até por isto não os citei. Faria menos sentido ainda. E sim, tem a questão das indisciplinas. Muito café deve ter sujado uniformes pelos CVs por ai para colaborar com isso. 🙂

  2. Q traira esse pintor!!!! Esse trabalho rendeu 2x, a pintura e a venda da foto. o mundo de showbusiness é cruel. kkkkkkk

    Por outro lado, qdo vc tem, atrai mais ainda. Além de ter inspirado milhões a gostarem de aviação de guerra, o cara tem seu proprio mustang (!) que nao é essa coisa q fica rodando pelas ruas, e sim o classico eterno, voador incansável e herói da WW2.

  3. Será que desta vez o filme irá utilizar Mig´s de verdade e não F-5 pintados com a estrela vermelha?

  4. OFF TOPIC mas nem tanto:
    podem falar mau dos EUA mas é um pais que tu pode ter praticamente tudo que a tua capacidado permitir ate um aviao de guerra FANTASTICO

    • É aquele velho conto que até quem fala mau, paga pau!

      Lá a coisa é diferente.

  5. Nada contra o F-18 , que aliás é fora de série , mas F-14 não tem substituto .

Comments are closed.