A aeronave Tupolev Tu-134B-3 (RA-65693 / msn 63221) da Alrosa Airlines realizou no dia 22 de maio o último voo comercial deste tipo de aeronave.

A companhia aérea russa Alrosa Airlines, baseada na Sibéria, realizou no dia 22 de maio o último voo comercial da última aeronave Tupolev Tu-134 em serviço na Rússia.

 

A aeronave é um dos primeiros jatos comerciais da história da aviação civil. Fez seu primeiro voo em 1963. O Tu-134 era a espinha dorsal da frota doméstica da Aeroflot, com capacidade para 70 a 100 assentos.

A fabricante russa Tupolev produziu 854 exemplares e 600 serviram com a transportadora de bandeira soviética Aeroflot.

Ontem, a transportadora russa transportou os últimos passageiros em um Tupolev Tu-134, no voo 6R693 de Mirna, em Yakutia, para Irkutsk, no leste da Sibéria.

A Alrosa havia anunciado seus planos para aposentar o avião há mais de um ano, já que os custos operacionais e o consumo de combustível aumentaram, em comparação com muitos outros aviões modernos.

A aeronave Tu-134B-3, RA-65693 (msn 63221), foi fabricada no dia 24 de maio de 1980 e agora será enviada para o Museu de História da Aviação do Aeroporto Tolmachevo, em Novosibirsk.

Anúncios