Sobrevoo em formação sobre a AFA dos esquadrões de demonstração dos Halcones e da Esquadrilha da Fumaça. (Foto: EDA)

Cerca de 60 mil pessoas prestigiaram o “Domingo Aéreo”, realizado no domingo (13/08), na Academia da Força Aérea (AFA), que teve como tema a celebração do aniversário de 65 anos da Esquadrilha da Fumaça. Mais de vinte atrações brasileiras fizeram parte da programação do evento que contou também com a Esquadrilha Halcones, do Chile.

Na exposição estática, os visitantes puderam conhecer alguns aviões, como o T-25 e o T-27, usados na instrução de cadetes; e o KC-390, o maior avião de transporte militar fabricado no Brasil; além dos helicópteros H-50 Esquilo, da AFA; e SH-16 SeaHawk, da Marinha do Brasil; carros de combate do Exército Brasileiro e estandes sobre vários temas relacionados ao militarismo e à Força Aérea Brasileira (FAB).

No céu, os destaques foram o voo do primeiro dirigível produzido na América Latina, o ADB 3-X01; a apresentação de pilotos civis de acrobacias como a Esquadrilha Céu com aeronaves RV e a Extreme, com os T-6; e uma réplica do 14-Bis, pilotada pelo Alan Calassa.

O “Domingo Aéreo” contou com duas demonstrações da Esquadrilha da Fumaça e mais duas dos Halcones. Além disso, os dois grupos fizeram um voo juntos na parte da tarde, arrancando gritos de alegria e de emoção por parte do público. A última vez que ambos voaram juntos foi na Feira Internacional do Ar e do Espaço (FIDAE), em março de 2016, no Chile. Quem esteve no evento também pode acompanhar o voo das aeronaves da Esquadrilha da Fumaça com a réplica do 14 Bis.

“Esta é a primeira vez que venho com minha família. A organização do evento foi impecável, fomos muito bem recebidos, e as crianças ficaram encantadas com tudo que viram”, conta o professor Antônio Alves.

Neste ano, a entrada ao evento foi feita de forma diferente, usando o sistema de ingressos online Sympla. A plataforma foi utilizada como forma de organização do trânsito e da chegada dos visitantes. Os participantes trouxeram os ingressos impressos, facilitando e agilizando a entrada ao evento.

O Capitão Aviador Thiago Romeiro Capuchinho, responsável pela Comissão de Credenciamento do evento, ressaltou que o “Domingo Aéreo é um evento extraordinário e atrai um público muito maior do que a própria infraestrutura da AFA permite. Por isso, foram disponibilizados 60 mil ingressos, considerando o que a Academia poderia oferecer de conforto e segurança para os visitantes. A plataforma Sympla permitiu que cada participante pudesse encontrar o seu ingresso gratuito e digital. Dessa forma, transcorreu conforme o planejado. Todos os que reservaram, conseguiram chegar e participar do evento”.


Fonte: EDA/Agência Força Aérea – Fotos: Sargento Ribeiro e Tenente Cocate

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. OFF* Comandante da aeronáutica em audiencia no senado. http://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2017

    "Nivaldo Rossato lembrou que o setor espacial, responsável pela construção de foguetes e satélites, requer tecnologia avançada e está sempre em desenvolvimento. E destacou que o atraso no repasse de recursos do governo significa que os projetos do país na área ficarão ultrapassados."
    Que projetos cara kkkk, essa porcaria existe desde os anos 50, surgiu junto da NASA e até hoje nada, coloca meio século de gasto.

    "O projeto conhecido como Alcântara Cyclone Space foi cancelado devido ao seu alto custo de implantação"
    Ja vi matérias dizendo que investiram de meio bilhão a bilhão nessa parceria, o que fizeram com o dinheiro?

    Essa força da muito gasto, meu deus, a nata do comando está "aposentando bem", com um comandante desse, pra que inimigo.
    Me desculpem, mas só não ve quem não quer, o mesmo serve para o programa nuclear da MB, surgiu nos anos 50 e até hoje não tem o projeto pronto kkkkk.

  2. A festa foi muito bem organizada mas… PelamordeDeus, deixar o KC 390 todo fechado na pista foi uma desilusão. Esperaba poder vê-lo por dentro e até fotografá-lo mas… Parabéns ao cara que mandou deixa-lo fechado.

Comments are closed.