i1766104240149752 600x400 - Incidente com aeronave KC-390 durante voo de teste
Aeronave Embraer KC-390.

No último dia 12 de outubro, durante um voo do programa de desenvolvimento, a aeronave de transporte militar KC-390 (prefixo PT-ZNF) passou por um incidente ainda não totalmente esclarecido, quando o avião militar desceu rapidamente de cerca de 20 mil pés para pouco mais de 3 mil pés em menos de um minuto. A Embraer informa por meio de nota que o KC-390 apenas realizava um teste de situação de estol e que a aeronave retornou para Gavião Peixoto sem incidentes.

Segundo informações passadas por uma fonte próxima da Embraer, e divulgadas pelo Blog Caixa-Preta, da jornalista de aviação Solange Galante, a “aeronave voava a cerca de 20 mil pés quando sofreu a queda e desceu verticalmente em cerca de um minuto, chegando a pouco mais de 3 mil pés – sobre terreno com aproximadamente dois mil pés de altitude – e os altímetros a bordo travaram no máximo – embora a fonte disse que não foi possível avaliar a velocidade máxima atingida pelo avião durante essa queda, que superou 4 Gs negativos – o suficiente para torcer sua estrutura a ponto de inutilizar o avião para novos voos. A fonte disse ainda que ele soltou pedaços durante a queda”.

22447422 10212048988594728 707619623 n 393x700 - Incidente com aeronave KC-390 durante voo de teste
Imagem congelada do momento que o KC-390 mudou de altitude e rota de forma repentina. (Foto: Flighradar)

Para ter uma ideia da força G na queda, um Super Tucano, utilizado pela Esquadrilha da Fumaça, suporta no máximo -3,5Gs. Felizmente a informação que temos é de que ninguém ficou ferido. A aeronave após pousar passou por avaliações para determinar o que causou a queda repentina e também os danos causados na aeronave. A aeronave PT-ZNF no momento está sem realizar voos desde o dia 12. A segunda aeronave (PT-ZNJ) realizou vários voos no dia 17 e 18 de outubro.

Conforme uma fonte também ligada a Embraer que conversamos no final da noite e pediu para não divulgarmos o nome, “o KC-390 estava fazendo ensaios de stall (possível ver pelo traço do flight radar e confirmado pela fabricante) com gelo artificial.

Em uma configuração específica de flap/slat ocorreu stall de empenagem. A aeronave chegou a entrar no dorso excedendo as velocidades máxima de projeto e de fator de carga”.

Uma informação ainda não confirmada: a aeronave perdeu a instrumentação de voo durante a queda e estão tendo que utilizar o FDR para análise dos dados.

Conforme dados gravados no site FlightRadar, que acompanha e registra os voos das aeronaves, o incidente com o KC-390 teria ocorrido aos 56 minutos de voo, quando pode se observar uma mudança repentina na proa e o posterior retorno para Gavião Peixoto, após os pilotos declararem emergência, confirmado pelo Controle da Academia da Força Aérea em Pirassununga que recebeu o chamado.

KC390 9crop 600x327 - Incidente com aeronave KC-390 durante voo de testeA Embraer divulgou uma nota oficial que pode ser lida abaixo:

“Um protótipo do avião de transporte multimissão KC-390 realizou na manhã de quinta-feira, 12 de outubro, ensaios em voo para situação de estol, que resultam em perda de altitude da aeronave, devido à diminuição da força de sustentação, como parte da campanha de testes para certificação.

Em razão das manobras efetuadas e seguindo os protocolos estabelecidos, a tripulação solicitou retorno antecipado à base, pousando normalmente no aeródromo da companhia em Gavião Peixoto (SP) onde a campanha de ensaios é realizada.

A entrada em serviço do KC-390 está prevista para acontecer em 2018, conforme o cronograma do programa. Atualmente, dois protótipos do KC-390 somam mais de 1.300 horas de voo.

Nota do Editor: O site Cavok ficou sabendo do incidente no dia 12 a tarde, mas sem informações mais precisas, se absteve de divulgar, embora nas redes sociais e fóruns fossem divulgadas diversas informações. Aguardamos uma posição da Embraer, que até o momento veio na forma dessa nota oficial. Ressaltamos que apenas estamos informando dados recebidos de fontes ligadas ao programa e torcemos para um breve retorno dos voos de testes com o primeiro protótipo do maior avião já fabricado pela Embraer.

Anúncios

26 COMENTÁRIOS

  1. Informação com responsabilidade é isso aí! Se fosse por aí, já teriam dito que foi uma bateria S200…hehehe…

  2. Foi um raio dos americanos para sabotar a EMBRAER…

    Mas peraí…

    A EMBRAER não é a AMERICANOAER ?

    Os gringos sabotam eles mesmos ?!

  3. O fato de recuperar o controle nessa situação atesta a qualidade da tripulação e do projeto.

    • Como qualquer brasileiro que não desiste nunca, torço muito pelo Brasil e naturalmente pela Embraer, quando vi a notícia do ocorrido pensei: vamos esperar a Embraer divulgar nota, se for se basear na mídia de Facebook…

  4. O importante é que com mesmo nessa situação crítica a aeronave manteve navegabilidade para coltar e pousar. Ponto para o excelente projeto. Agora aguardar para saber o que ocorreu.

  5. Este tipo de teste com gelo deve ser muito perigoso devido a modificação do perfil aerodinâmico da aeronave, creio que muitas simulações computadorizadas devem ser feitas a partir de agora…

    Ademais, feliz por tudo ter se resumido em apenas um susto para a tripulação e triste em saber dos danos na aeronave, ambos os protótipos iam ser destinados a FAB depois de terminar a fase de teste e certificação…

  6. Daqui a pouco vão dizer que foi um míssil S-200 que fez esse estrago….

    • As Regras da Desinformação: Vinte e Cinco Maneiras de Suprimir a Verdade

      10. Associe as acusações do adversário com notícias antigas. Normalmente um derivado da estratégia do "espantalho", em qualquer assunto de grande escala e alta visibilidade, alguém irá fazer acusações no início que podem ser ou já foram resolvidos facilmente. Se futuras acusações forem previsíveis, faça o seu lado levantar uma questão "espantalho" e a trate no início, como parte dos planos de contingência. As acusações subseqüentes, independentemente da validade ou mesmo que cubram novas descobertas, elas geralmente podem ser associadas com a acusação inicial e refutadas como sendo uma simples repetição que pode ser refutada sem a necessidade de abordar as questões atuais – ainda melhor quando o adversário está ou esteve envolvido com a fonte original.

      19. Ignorar a prova apresentada, e exija provas impossíveis. Esta é talvez uma variante da regra do "banque o tolo". Independentemente do material que possa ser apresentado por um adversário em fóruns públicos, alegue que a prova material seja irrelevante e exija uma que seja impossível para o adversário mostrar (ela pode existir, mas não pode estar à sua disposição, ou pode ser algo que seja sabido que possa ser facilmente destruída ou retida, tal como a arma de um crime). Para evitar completamente discutir questões desminta categoricamente e seja crítico da mídia ou livros como fontes válidas, negue que as testemunhas sejam aceitáveis, ou mesmo negue que as declarações feitas por autoridades governamentais ou outras têm qualquer significado ou relevância.

        • ??????

          Transtorno de Personalidade Paranoide segundo o CID-10:
          F60.0 Personalidade paranoica:
          Transtorno da personalidade caracterizado por uma sensibilidade excessiva face às contrariedades, recusa de perdoar os insultos, caráter desconfiado, tendência a distorcer os fatos interpretando as ações imparciais ou amigáveis dos outros como hostis ou de desprezo; suspeitas recidivantes, injustificadas, a respeito da fidelidade sexual do esposo ou do parceiro sexual; e um sentimento combativo e obstinado de seus próprios direitos. Pode existir uma superavaliação de sua auto-importância, havendo freqüentemente auto-referência excessiva.
          Personalidade (transtorno da): • expansiva paranóide • fanática • paranóide • querelante • sensitiva paranóide
          https://www.ufrgs.br/psicopatologia/wiki/index.ph

          • Bom saber que vc está buscando tratamento.

            Se precisar de apoio, estamos aí pra ajudar.

  7. Em vôos de testes tudo pode acontecer inclusive, o imprevisível. Melhor que aconteça agora pois certamente este caso contribuirá e muito para o aperfeiçoamento da aeronave, caso seja necessário, e estabelecerá parâmetros para segurança de vôo bem como somará conhecimento e instruções nos manuais para as futuras tripulações de como proceder em casos como este.
    .
    Apesar de tudo isso, a aeronave se recuperou do stol, vôou e pousou em segurança mesmo com, segundo a testemunha descrita no texto, partes do avião se soltando.
    .
    Estou ancioso para conhecer o final desse caso.

  8. Levaram o KC-390 até o limite acredito eu… Esse limite foi superado e a aeronave voltou ao solo ainda que com danos, e assim o incidente não passou a ser acidente.
    Lembremos que, muitos aeronaves passaram por rigorosos testes antes de voarem e inclusive vieram a se acidentar, nem por isso deixaram de voar definitivamente. Também lembramos que o KC-390 possui muitos equipamentos modernos e inclusive Fly-By-Wire, e para fazer tal simulação muitos recursos tiveram que ser desativados.
    De fato, é para ser investigado e é justamente para isso que servem os voos de testes. Se for para algo dar errado que se dê nessa fase, assim saberemos os limites do KC.
    E será que danificou muito mesmo a ponto de ter que inutilizar a célula?

    • Vamos ver quantas semanas ou mêses vai ficar parado para saber da extensão dos danos, se é que houve slgum dano.
      O C-5, C-17, C-2 e A400M tiveram problemas no desenvolvimento e certificação, faz parte do jogo.

  9. É isto ai , tem que forçar mesmo esta bagaça , fazer correções se necessário e fungar no cangote do C-130 , acredito que deram o AZAR de pegar um "vácuo " no momento que testavam o estol , de BH pra sampa sempre se pega estas carniças , principalmente nesta epoca , onde ocorre frequentes inversões termicas ! urubuzada abram u oio com o palloffi , a verba tá secando !

  10. Pros – aeronave resistiu a este incidente salvando sua tripulação. Dados e materiais da aeronave serão objeto de análise e possiveis melhorias. Cons – saber o que levou ao stall excessivo e quase perad de controle. Como prever novos incodentes e evitá-los. A tripulação pode receber nova certidão de nascimento.

  11. Alguma fonte tem as fotos do avião para vermos os estragos ?

Comments are closed.