Boeing 737-800 da S7 Airlines, prefixo VQ-BKV envolvido no incidente. Imagem ilustrativa.

Um Boeing 737-800 da S7 Airlines, com o registro VQ-BKV realizando o voo S7-263 de Moscou Domodedovo (Rússia) para Simferopol (Ucrânia), partiu da pista 32L do Domodedovo, mas ultrapassou o final da pista antes da aeronave decolar.

A aeronave continuou o voo para pousar em Simferopol, sem mais incidentes, cerca de 2h10 horas após a partida no último dia 05.

Uma inspeção posterior da pista encontrou detritos de vidro e detectou cinco luzes de pista de pista danificadas. Uma revisão mostrou que cinco aeronaves decolaram entre a inspeção anterior e a atual, entre elas a VQ-BKV. Uma inspeção da aeronave após o pouso em Simferopol mostrou que três pneus foram danificados, o trem de pouso tinha vidro em algumas partes.

A aeronave envolvida permaneceu no solo por cerca de 19 horas, depois partiu para o voo de retorno, S7-264.

Uma fonte russa de aviação informou que a tripulação computou o desempenho de decolagem usando um peso de decolagem 15 toneladas abaixo do peso real.

Outra fonte de aviação russa afirmou que a tripulação inadvertidamente programou no FMC Zero Fuel Weight em vez de Takeoff Weight.


ATUALIZADO – A Assessoria de Imprensa do Aeroporto Moscow Domodedovo entrou em contato com o CAVOK e divulgou um comunicado oficial:

Na ocasião, nenhum elemento do sistema de iluminação foi encontrado na pista, todo material encontrado estava espalhado fora da área de movimento. O aeroporto continuou a funcionar normalmente. A situação não afetou as decolagens e aterrissagens no aeroporto.

 


FONTE: The Aviation Herald

 

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS