C-105A Amazonas - FAB (5)
C-105A Amazonas – FAB, pista de pouso de Surucucu

Uma aeronave de transporte ‘C-105A Amazonas’ pertencente ao 1º/9º GAv (Esquadrão Arara) da Força Aérea Brasileira (FAB) sofreu um incidente durante a aterrizagem na pista de pouso de Surucucu, no estado de Roraima, região fronteiriça com a Venezuela.

Oficialmente, a FAB ainda não se manifestou sobre o assunto. A informações obtidas pelo Cavok, que carecem de confirmação oficial, dão conta de que o evento teria ocorrido no sábado (27).

Abaixo, algumas imagens relativas ao incidente:

C-105A Amazonas - FAB (1)
C-105A Amazonas – FAB
C-105A Amazonas - FAB (6)
C-105A Amazonas – FAB
C-105A Amazonas - FAB (2)
C-105A Amazonas – FAB
C-105A Amazonas - FAB (3)
C-105A Amazonas – FAB
C-105A Amazonas - FAB (4)
C-105A Amazonas – FAB
pista_surucucu 1
Pista de pouso de Surucucu

A análise visual da última imagem (acima) leva a crer que pode ter havido um colapso no trem de pouso da aeronave (causando o acidente, ou como consequência do mesmo). De qualquer forma, até que a FAB se posicione sobre o assunto, nada pode ser afirmado com certeza.

A imagem ao lado indica a posição aproximada onde ocorreu a excursão de pista.

divider 1

EDIÇÃO: Cavok

 

63 COMENTÁRIOS

  1. Tá serto!
    Melhor ficar correndo risco e lenhando avião do que gastar 1-2 milhões no recapeamento da pista!

    • A culpa não é da pista, a aeronave é homologada pra pousos em pistas de condições ruins, e deveria suportar uma pista como essa!

  2. Aiaiaiia

    Como faz falta ter uns 4 esquadrões de Chinook ch-47 para nossa FAB ou Aviação do exército.

  3. Bom….

    Vamos iniciar a contagem 2015/2016 de aeronaves que não veremos voando tão cedo:

    – C-130 que está congelando no polo sul.
    – C-105 que agora vai virar moradia de macaco prego na amazônia.
    – ? (qual será o próximo)

    É FAB… se a escolha do C-105 foi certa ou errada eu não tenho conhecimento técnico para analisar, porém te falo uma coisa: já temos pouquíssimas aeronaves, se continuar assim acho que vão sobrar só as do GTE! Boa sorte nessa vida de taxista de luxo!

  4. Gente, pela última imagem, me parece que o trem não colapsou, acho que nem mesmo foi aberto. A sensação que fica pra mim é que o piloto fez uma aterrisagem de emergência de barriga mesmo. Nesses casos é comum o trem se manter repregado pra evitar travar e pivotear na pista.

Comments are closed.