O helicóptero ALH Dhruv ficou bastante danificado no “pouso” forçado após um problema técnico.

Ontem (24/10) noticiamos que um helicóptero avançado leve (ALH) HAL Dhruv, operado pelo exército indiano, havia feito um pouso forçado na área de Bedar, no distrito de Poonch, em Jammu e Caxemira, após um problema técnico no motor. Mas após recebermos as imagens do helicóptero, vimos que não foi tão simples assim o “pouso”, ocorrido no dia 24 de outubro.

Haviam sete pessoas a bordo do helicóptero, um dos cerca de 180 em operação na Índia, incluindo o comandante do Comando do Norte do Exército Indiano, general Ranbir Singh e dois pilotos. O general Singh retornava de uma visita às áreas da Brigada XVI do Exército Indiano em Jammu, que testemunhou bombardeios transfronteiriços do Paquistão nos últimos dias.


A tripulação e os passageiros escaparam com vida do acidente, mas foi relatado por fontes que um civil sofreu ferimentos e foi encaminhado para um hospital da região.

O ALH Dhruv é um helicóptero utilitário desenvolvido pela Hindustan Aeronautics Limited (HAL) da Índia, com assistência da fabricante aeroespacial alemã MBB. O modelo indiano fez seu primeiro voo em 1992 e entrou no serviço militar em 2002. Mais de 200 HAL Dhruv foram produzidos para diferentes clientes, incluindo estrangeiros.

A informação sobre o pouso de emergência foi repassado pelas agência de notícias indianas, mas até então sem as imagens do local do “pouso”.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. O onde os destroços do helicóptero se encontram mostra que o piloto não teve o luxo chamado tempo para poder escolher onde pousar, mesmo em situação de emergência pilotos iriam escolher um local melhor se tiver tempo disponível.

    Todos saírem com vida foi um milagre.

Comments are closed.