Aeronave P-8I Poseidon da Marinha Indiana.

A Índia pretende adquirir dez aeronaves de patrulha marítima Boeing P-8I Poseidon para sua Marinha, além das oito que opera e quatro encomendadas, de acordo com relatos da mídia local.

A aquisição, no valor de cerca de US$ 3,2 bilhões), ultrapassou seu primeiro obstáculo com a aprovação do Comitê Superior de Categorização de Aquisição de Capital de Serviços (SCAPCHC). A aprovação do Conselho de Aquisição de Defesa (DAC) e do Comitê de Segurança do Gabinete (CCS) também é necessária antes de fazer o pedido.

A aeronave será adquirida através do programa Vendas Militares Estrangeiras (FMS) dos EUA.

A Marinha Indiana foi o primeiro cliente internacional do P-8. Atualmente, a Marinha da Índia opera oito aeronaves P-8I que foram encomendadas à Boeing em 1º de janeiro de 2009, sob um contrato de US$ 2,1 bilhões. Outras quatro aeronaves foram encomendadas em julho de 2016 por cerca de US$ 1 bilhão e devem ser entregues até 2020.

A Boeing está construindo o P-8I em sua unidade de produção em Renton, Washington. As fuselagens do 737 são construídas pela Spirit AeroSystems em Wichita, Kansas, e então enviadas para Renton onde todas as características estruturais exclusivas do P-8 são incorporadas em sequência. durante a fabricação e montagem. A qualidade da aeronave e os testes de voo de aceitação de desempenho são realizados em Boeing Field, Seattle.

O P-8I é uma aeronave de combate antissubmarino de longo alcance (ASW), guerra anti-superfície (ASuW), inteligência, vigilância e reconhecimento (ISR) capaz de operações de área ampla, marítimas e litorâneas. O P-8I é uma variante do P-8A Poseidon que a Boeing desenvolveu para a Marinha dos EUA para substituir sua antiga frota P-3 Orion. O P-8 é um derivado militar do avião comercial 737-800ERX Next-Generation (737NG).

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS