Concepção artística do caça Lockheed F-16IN Super Falcon Block 52+ oferecido para Força Aérea da Índia no programa MMRCA

A Força Aérea da Índia deverá adquirir 126 aeronaves médias de combate multimissão (MMRCA) no ano de 2010, como parte do programa de modernização com o intuito de prevenir ameaças dos países que fazem fronteira no leste e oeste do país. Além disso grande dos caças MiG-21 Bison do país estão chegando no final da vida útil e terão que ser modernizados ou retirados de serviço.

A Força Aérea da Índia começará o processo de assinatura dos contratos de aquisição dos MMRCA em abril de 2010, após a finalização dos voos de testes, os quais já estão em andamento. O início do programa de modernização com o envio dos pedidos de propostas aos fornecedores foi em agosto de 2007. Segundo especialistas, esse será o maior contrato de aquisição de aeronaves militares desde 199o.

As empresas Boeing (F/A-18 Super Hornet), Lockheed Martin (F-16IN Super Falcon), Dassault (Rafale), Saab (Gripen NG), MiG (MiG-35 Fulcrum F) e EADS (Eurofighter Typhoon) estão aguardando vencer esse contrato multibilionário de venda de aeronaves, as quais posteriormente deverão se juntar as aeronaves da Força Aérea da Índia até 2013. Estima-se que o valor da venda chegue a US$10 bilhões.

Além das 126 aeronaves, existem a opção de outras 74 aeronaves adicionais.

Índia adquire de imediato 150 caças Sukhoi Su-30MKI

Sukhoi Su-30MKI da Força Aérea da Índia

Após a aquisição de 40 caças Su-30MKI no início de dezembro, conforme divulgado aqui no Cavok, como parte da modernização, a Força Aérea da Índia solicitou outros 150 caças Sukhoi Su-30 e 80 helicópteros médios de transporte Mil Mi-17-1V para as bases no norte e no leste do país.

A Força Aérea da Índia, a qual possui 98 caças Sukhoi Su-30MKI desde 1996, possui planos de adquirir mais 230 unidades dessa aeronave até 2015.

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. Deviamos é esperar a conclusão do processo de seleção indiano para finalizar o nosso, pois a França nunca joga às claras com o Brasil, tenho a íntima certeza de que a oferta que a França está fazendo para a India é bem melhor do que a feita para nós.

Comments are closed.