Boeing B-52H Stratofortress, UK - England, June 10, 2014 – Photo by Stuart Freer

A Boeing e a USAF concluíram com sucesso a instalação do protótipo de um novo carrossel de armas no compartimento interno do B-52.

Com a mudança, o antigo lançador rotativo foi modificado a fim de permitir que o B-52 transporte internamente as chamadas armas inteligentes, como por exemplo as Joint Direct Attack Munition (JDAM), Joint Air-to-Surface Standoff Missile (JASSM) e o Miniature Air-Launch Decoy (MALD), que, até então, eram transportadas exclusivamente nos pontos fixos subalares da aeronave. Isso gera um ganho da ordem de 50% na quantidade de armamento inteligente transportado.

B-52 Payload

800px-AGM-129A_-_2006_0306_b52_2lg
Disposição de mísseis de cruzeiro AGM-158 JASSM (Joint Air-to-Surface Standoff Missile) sob a asa de um B-52H. Atualmente, a aeronave está capacitada para o transporte e lançamento de até doze mísseis de cruzeiro. Com a atualização, o B-52H poderá transportar oito mísseis adicionais em seu compartimento interno de armas. Foto: USAF

Os engenheiros da Boeing desenvolveram três protótipos para o novo lançador, o primeiro dos quais foi instalado com sucesso em um B-52H no dia 17 de dezembro de 2014. A aeronave encontra-se em testes de campo, em solo, e o primeiro voo com o novo sistema está previsto para ocorrer nas próximas semanas.

Bomber force prepares for new B-52 bomb bay upgrade testing
Instalação do 1º protótipo do novo carrossel de armas do B-52. Foto: USAF
Bomber force prepares for new B-52 bomb bay upgrade testing
Instalação do 1º protótipo do novo carrossel de armas do B-52. Foto: USAF

A capacidade de transportar armas nos fixos  será mantida, entretanto, voar sem armas visíveis nas asas proporciona vantagens do ponto de vista tático, além de uma economia de combustível da ordem de 15%, devido à redução na resistência aerodinâmica durante o voo.

Boeing B-52H Stratofortress, Australia - Northern Territory, December 1, 2014 – Photo by Martin Porcelli

“Esta atualização nos permitirá fornecer melhor apoio aéreo aproximado para os nossos soldados, além de um aumento significativo na capacidade de ataque estratégico da aeronave. A capacidade de executar missões de longo alcance com 8 mísseis cruzeiros adicionais acomodados no compartimento interno de armas é algo que não pode ser, absolutamente, ignorado”, disse o capitão. Ryan Hefron, piloto de B-52, pertencente ao 419º Esquadrão de Testes da USAF, localizado na base aérea de Edwards, onde os testes estão sendo conduzidos.

divider 1

FONTE/IMAGENS: Boeing Defense, Space & Security, USAF – EDIÇÃO: Cavok

NOTA DO EDITOR: Em 2011, o Cavok já divulgava informações referentes à atualização dos sistemas de armas do B-52, entre outros. Naquela época, já se falava que em 2015 o sistema apresentado nesse artigo estaria disponível, o que demonstra a seriedade e o compromisso, tanto da Boeing, quanto da USAF, em manter os prazos anunciados.

Anúncios

40 COMENTÁRIOS

  1. Olha o tamanho da diplomacia americana, segundo o Obama para a Russia….

    Toneladas de diplomacia…rsrsrs…..

  2. Hoje acredito que deva ser escoltado pelo f-22, mas, ele foi acompanhado por todas agerações de caças a jato, ele supremo voando e o mundo dos caças evoluindo ao seu redor, um clássico caso de produto clássico kk.

  3. OS russos não tem medo destes daí desde os anos 1970. Derrubar eles é fácil. O problema é o que acontece depois disso.

  4. Em plastimodelo??

    Eu tenho 2, um Mirage III de Israel e um Corsair da WW2.

    Em dois anos de montagem, só consegui colar o piloto do Mirage no banco, o Corsair nem da caixa saiu! 😀

    A preguiça me domina! eioahioaehioae

  5. Escoltas para que? O Buff hoje em dia não precisa mais se aproximar do território inimigo, ele transporta doze mísseis cruise e futuramente dezoito. Os russos, chineses e quem mais se meter a besta com os amis, tem mais é que temer este vovô invocado. Quem dera chegar aos 65 anos em tão boa forma. rsrs

  6. sim amigo em plastimodelo!
    e tenho ainda o b-2,e ta me vindo o b1 ,ambos na 1/72.
    embora o b1 eu ja tenha na 1/48

Comments are closed.