Fevereiro de 2011, Irã. Um Su-22UM3K ex-iraquiano, (dos quais desembarcaram no Irã, em 1991, durante a primeira Guerra do Golfo), com as cores iranianas. Um dos muitos cujas fotos e história ainda estão por vir e dizer. (Imagem: elhangardetj)
Fevereiro de 2011, Irã. Um Su-22UM3K ex-iraquiano, (dos quais desembarcaram no Irã, em 1991, durante a primeira Guerra do Golfo), com as cores iranianas. Um dos muitos cujas fotos e história ainda estão por vir e dizer. (Imagem: elhangardetj)

Irã transfere 88 aviões de combate russos Sukhoi para o Iraque.

O Irã vai transferir 88 aviões de combate russos Sukhoi para o Iraque que foram mantidos sob custódia iraniana por mais de 20 anos.

Os aviões de combate chegaram na base militar de Imam Ali em Nasiriyah, Dhi Qar. Uma fonte de segurança disse que a base de Imam Ali recebeu 88 caças russos Sukhoi Su-22 (de vários modelos), que foram guardados pelo Irã por mais de 20 anos.

A fonte, que preferiu não ser identificado, indicou que “estes aviões serão equipados com armas sofisticadas; eles vão tomar parte na luta contra os elementos terroristas do ISIs.”

FONTE: Iraqi News – Tradução: CAVOK

Colaborou: LaMarca

NOTA: Irã está devolvendo cerca de 88 caças Su-22 ao Iraque que estavam sob controle iraniano desde 1991. O objetivo é usar as aeronaves contra o levante terrorista no país… Mas será que o Irã manteve os caças em condições de voo durante todo esse tempo?

 

Anúncios

93 COMENTÁRIOS

  1. http://pt.wikipedia.org/wiki/Ex%C3%A9rcito_Livre_

    "O Exército Livre da Síria tem sua origem com os primeiros desertores do Exército Sírio, os quais se recusaram a atirar em manifestantes desarmados durante a Revolta Síria.27 Os primeiros desertores ocorreram quando o exército foi enviado para acabar com os protestos em Daraa. Há relatos que algumas unidades se recusaram a atirar nos manifestantes e tiveram que deixar o exército.28 Imagens de vídeo mostram civis ajudando os soldados desertores que foram alvejados por recusarem as ordens.29 As deserções continuaram ao longo da revolta, conforme o governo utilizava armas letais para reprimir os manifestantes e sitiar as cidades do país como Baniyas, Hama, Talkalakh e Deir ez-Zor. Muitos soldados que se recusaram a atirar em civis, foram executados sumariamente pelo exército.30 Em julho de 2011, vendo a necessidade de reagir, Riad al-Assad e um grupo de oficiais anunciaram a formação do Exército Livre da Síria, com o objetivo de proteger os manifestantes desarmados e auxiliar na derrubada do governo.18"

  2. http://pt.wikipedia.org/wiki/Ex%C3%A9rcito_Livre_

    "O Exército Livre da Síria tem sua origem com os primeiros desertores do Exército Sírio, os quais se recusaram a atirar em manifestantes desarmados durante a Revolta Síria.27 Os primeiros desertores ocorreram quando o exército foi enviado para acabar com os protestos em Daraa. Há relatos que algumas unidades se recusaram a atirar nos manifestantes e tiveram que deixar o exército.28 Imagens de vídeo mostram civis ajudando os soldados desertores que foram alvejados por recusarem as ordens.29 As deserções continuaram ao longo da revolta, conforme o governo utilizava armas letais para reprimir os manifestantes e sitiar as cidades do país como Baniyas, Hama, Talkalakh e Deir ez-Zor. Muitos soldados que se recusaram a atirar em civis, foram executados sumariamente pelo exército.30 Em julho de 2011, vendo a necessidade de reagir, Riad al-Assad e um grupo de oficiais anunciaram a formação do Exército Livre da Síria, com o objetivo de proteger os manifestantes desarmados e auxiliar na derrubada do governo.18"

  3. http://pt.wikipedia.org/wiki/Ex%C3%A9rcito_Livre_

    "O Exército Livre da Síria tem sua origem com os primeiros desertores do Exército Sírio, os quais se recusaram a atirar em manifestantes desarmados durante a Revolta Síria.27 Os primeiros desertores ocorreram quando o exército foi enviado para acabar com os protestos em Daraa. Há relatos que algumas unidades se recusaram a atirar nos manifestantes e tiveram que deixar o exército.28 Imagens de vídeo mostram civis ajudando os soldados desertores que foram alvejados por recusarem as ordens.29 As deserções continuaram ao longo da revolta, conforme o governo utilizava armas letais para reprimir os manifestantes e sitiar as cidades do país como Baniyas, Hama, Talkalakh e Deir ez-Zor. Muitos soldados que se recusaram a atirar em civis, foram executados sumariamente pelo exército.30 Em julho de 2011, vendo a necessidade de reagir, Riad al-Assad e um grupo de oficiais anunciaram a formação do Exército Livre da Síria, com o objetivo de proteger os manifestantes desarmados e auxiliar na derrubada do governo.18"

Comments are closed.