O Irã não entregará a caixa-preta do avião ucraniano que caiu hoje após decolar de Teerã à fabricante de aviões Boeing, disse o chefe da agência de aviação civil iraniana.

Ali Abedzadeh também disse que não está claro para qual país o Irã enviará a caixa-preta para que seus dados possam ser analisados, informou a agência de notícias Mehr.

Um Boeing 737-800 da Ukraine International Airlines caiu na madrugada de hoje, matando todas as 176 pessoas a bordo, logo após decolar do Aeroporto Imam Khomeini, em Teerã.


Fonte: Reuters

Anúncios

7 COMENTÁRIOS

  1. E agora, será que realmente são perfurações causadas por projéteis de AA na fuselagem?
    Olhei o tal vídeo e realmente parece que o avião estava em chamas, muito provavelmente os motores, depois nota-se alguns estilhaços incandescentes ficando para trás, o que pode indicar uma explosão quem sabe nos motores que pode ter causado danos a fuselagem antes da queda.
    Realmente muito estranho e lógico, uma tragédia horrível.

  2. Pois é, pelas fotos percebe-se destroços espalhados por uma área enorme, mesmo o avião estando ainda em baixa altitude.. Típico de uma explosão ou coisa parecida.
    Não é preciso ser expert para notar isso.
    No mínimo suspeito. Muuuuito suspeito, para não falar outra coisa.

  3. Juízo de valores à parte – e cada um tem o seu, seja negativo ou positivo – mas, é inegável não correlacionar esse caso com a queda do Airbus iraniano em 1988, quando 290 pessoas perderam a vida. A correlação a ser feito é óbvio, a partir do momento em que há um contexto semelhante nos dois casos: os EUA e o Irã em conflito aberto, sendo naquele tempo ainda em meio a guerra Irã-Iraque com o Iraque do Saddam Hussein tendo o apoio norte-americano contra o Irã do Khomeini e agora, novamente, quando os dois países estão em situação de conflito.

  4. Eles não precisam entregar parra a Boeing ou para a FAA, houve um caso de um avião que caiu na Venezuela em que o governo venezuelano por não confiar nos americanos enviou para a BEA ( Agência Francesa ) as caixas pretas e estas foram analisadas por lá. Os iranianos dizem que vão ver para qual país mandar, se mandarem vai diminuir as desconfianças!