Dassault Mirage F1, da Força Aérea do Iraque

O Iraque está tentando reaver US$ 895 milhões de um pagamento para França referente a uma compra de aeronaves de caça Dassault Mirage F1 que nunca foram entregues, informou através de um comunicado um comitê encarregado de brigar na justiça pelo valor.

Caças Mirage F1 da Força Aérea Iraquiana.

O Iraque usava seus próprios 90 caças Mirage F1, e havia assinado um contrato com a França em setembro de 1985 para adquirir mais 24 unidades da aeronave de combate.

Mas essas aeronaves não foram entregues antes do Conselho de Segurança das Nações Unidas ter imposto as sanções econômicas ao Iraque durante a invasão ao Kuwait em 1990.

Um diplomata da embaixada da França disse a AFP que ele está analisando a questão, mas não elaborou nenhuma opinião sobre o assunto.

Em dezembro, a França cancelou 80% dos débitos que tinham com o Iraque, o qual acumula cerca de US$ 6,6 bilhões.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS