O início da substituição dos jatos RF-4E deve começar em março de 2019. (Foto: JASDF)

A Força de Autodefesa Aérea Japonesa (JASDF) irá aposentar seus antigos jatos de reconhecimento RF-4E Phantom II e desativará a unidade que os opera até março de 2020, disse um porta-voz da JASDF nesta segunda-feira (07/01).

O Ministério da Defesa do Japão está planejando substituir os jatos RF-4Es que tem 40 anos, pertencentes ao 501º Grupo de Reconhecimento Tático, por caças F-35A e F-35B Lightning IIs, disse o porta-voz em uma condição habitual de anonimato.

O Grupo de Reconhecimento Tático, formado em 1961, está sediado na Base Aérea de Hyakuri, na prefeitura de Ibaraki. É o único esquadrão desse tipo na JASDF, segundo o site do Ministério da Defesa.

O RF-4E desarmado pode pesquisar e fotografar em todas as condições meteorológicas e à noite usando câmeras de longa distância, infravermelhas e panorâmicas, de acordo com jornal Yomiuri Shimbun. A JASDF apresentou os seus primeiros RF-4Es em 1974 e agora tem 13 jatos em operação, informou o jornal.

O grupo de reconhecimento voa em missões de defesa em todo o Japão, mas também realiza pesquisas de danos após desastres naturais. Os RF-4Es foram usados ??para avaliar a usina nuclear de Fukushima Daiichi após o terremoto e tsunami de março de 2011 no nordeste do Japão, de acordo com o Ministério da Defesa. Ele também ajudou a identificar casas afetadas por deslizamentos de terra após o terremoto de Hokkaido em setembro, segundo o Yomiuri Shimbun.


Fonte: Stars and Stripes

2 COMENTÁRIOS

  1. Menos uma lenda nos ares. Acho que nenhum operador desse antológico avião teve tantas pinturas bacanas e comemorativas.

  2. Na função de reconhecimento, sobrarão os Phantoms turcos, iranianos e coreanos?

Comments are closed.