803 - Jato furtivo F-117 Nighthawk ficará exposto em biblioteca presidencial nos EUA
Uma das secretas e emblemáticas aeronaves F-117A Nighthawk ficará exposta na Biblioteca Reagan na Califórnia.

Um caça furtivo restaurado F-117A Nighthawk, uma das aeronaves mais emblemáticas da história da Força Aérea dos EUA, estará em breve em exibição permanente na Biblioteca e Museu Presidencial Ronald Reagan, em Simi Valley, Califórnia.

O F-117A (número de cauda nº 803), apelidado de “Unexpected Guest” (Convidado Inesperado), entrou em serviço em maio de 1984 e realizou 78 missões de combate, mais do que qualquer outro Nighthawk, segundo a fundação.

Ele será exibido ao público na Biblioteca Reagan, a partir do dia 7 de dezembro, em uma cerimônia oficial de corte de fita durante o Fórum Nacional de Defesa Nacional no local. O jato estará localizado ao ar livre perto da aeronave F-14 da biblioteca, no lado oeste do local e claramente visível de dentro do seu auditório.

7PD7KLLBWZFWZCRAV44ELDAN6Y - Jato furtivo F-117 Nighthawk ficará exposto em biblioteca presidencial nos EUA
Vinte e cinco F-117 Nighthawks aguardam a decolagem da Base da Força Aérea de Holloman, MN, em março de 2008. Os aviões faziam parte de uma formação comemorando o 25º aniversário do Nighthawk e 250.000 horas de voo em Holloman. (Foto: Senior Airman Brian Ferguson/Air Force)

O Lockheed F-117A foi desenvolvido em resposta a um pedido da Força Aérea dos EUA para uma aeronave capaz de atacar alvos de alto valor sem ser detectado pelo radar inimigo, segundo o Museu Nacional da Força Aérea dos EUA.

“Na década de 1970, novos materiais e técnicas permitiram aos engenheiros projetar uma aeronave com qualidades que escapam ao radar ou “furtivas”. O resultado foi o F-117A, a primeira aeronave furtiva operacional do mundo, segundo o museu.

O primeiro Nighthawk voou em 18 de junho de 1981, em Groom Lake, Nevada, e a primeira unidade do F-117A, junto ao 4450º Grupo Tático – renomeado como 37ª Ala de Caça Tático em outubro de 1989 – alcançou a capacidade operacional inicial em outubro de 1983. Entre 1981 e 2008, quando a aeronave foi retirada devido ao uso do F-22, a secreta Skunk Works produziu 59 F-117 operacionais e cinco protótipos de desenvolvimento.

O F-117A, que a Força Aérea não reconheceu publicamente até 1988, voou pela primeira vez em combate sobre o Panamá em 19 de dezembro de 1989, quando duas das aeronaves furtivas atacaram alvos durante a Operação Just Cause.

F117 reaganB - Jato furtivo F-117 Nighthawk ficará exposto em biblioteca presidencial nos EUAO Nighthawk entrou em ação novamente durante a Operação Desert Shield / Storm em 1990-1991, quando os esquadrões 415 e 416 da 37ª Ala se mudaram para uma base na Arábia Saudita, segundo o museu.

Ele desempenhou um papel fundamental na Guerra do Golfo Pérsico de 1991, fazendo 1.271 missões e atingindo 1.600 alvos de alto valor no Iraque. A aeronave não sofreu perdas ou danos de batalha.

Os F-117 também participaram do conflito na Iugoslávia, onde um deles foi abatido por um míssil terra-ar em 1999; foi o único Nighthawk a ser perdido em combate.

“Tive o privilégio de pilotar o avião quando o programa era classificado”, disse o tenente-coronel aposentado da Força Aérea Scott Stimpert, que pilotou o avião que estava sendo exibido na Biblioteca Reagan. “Foi um momento emocionante e uma capacidade de vital importância, mas não algo que você poderia compartilhar com amigos ou família. Fico feliz que o avião possa sair do escuro para ocupar seu devido lugar na luz, em algum lugar em que possa ser visto e apreciado pelas pessoas que ajudou a proteger”.

A exibição do Nighthawk “servirá como um lembrete visível para quase meio milhão de visitantes anuais da biblioteca do compromisso do presidente Reagan com a reconstrução das forças armadas dos EUA por meio de seu programa “Paz através da força””, de acordo com um comunicado de imprensa da Fundação Reagan.

Lockheed F 117A Nighthawk 79 10781 LSideFront Cold War NMUSAF 26Sep09 14598221184 - Jato furtivo F-117 Nighthawk ficará exposto em biblioteca presidencial nos EUA
Uma segunda aeronave exposta e preservada está exposta no Museu da USAF em Dayton, Ohio.

O esforço conjunto entre a Fundação Reagan e a Lockheed Martin Skunk Works foi possível através de um empréstimo do Museu Nacional da Força Aérea dos Estados Unidos em Dayton, Ohio.

“A Biblioteca Reagan agora será um dos dois lugares do país onde o público em geral pode visitar um caça furtivo F-117 em exibição permanente”, disse John Heubusch, diretor executivo da Fundação e Instituto Presidencial Ronald Reagan. “Somos profundamente gratos à Lockheed Martin por sua excelente assistência na restauração da aeronave para uma exibição tão significativa e à Força Aérea dos EUA por possibilitar que a Biblioteca Reagan exiba o avião para milhões de visitantes desfrutarem nos próximos anos.”


Fonte: Air Force Times

Anúncios