A KAI iniciou a fabricação do protótipo no caça avançado K-FX.

A Korea Aerospace Industries (KAI) está iniciando a fabricação do primeiro protótipo do seu caça de próxima geração K-FX.

No dia 14 de fevereiro, a maior empresa aeroespacial da Coreia do Sul realizou uma cerimônia para comemorar o início da produção da primeira anteparo, que é a parte principal da fuselagem dianteira da próxima geração da aeronave Korean Fighter Xperiment (K-FX).

“Um anteparo é uma estrutura projetada para evitar que uma aeronave seja deformada devido à pressão gerada pelos voos em alta velocidade”, anunciou a empresa aeroespacial na quinta-feira.

A primeira peça é um anteparo localizado na parte frontal da aeronave.

Um representante da KAI disse que o primeiro protótipo do caça avançado multirole KF-X, de geração 4,5, deve estar concluído em abril de 2021.

Atualmente, a KAI completou 15% do design total do projeto para o KF-X e completará mais de 80% depois de setembro, quando for concluída a Revisão Crítica do Projeto. Desde a sua criação em dezembro de 2015, a KF-X passou a revisão de requisitos do sistema de 2016 e revisão funcional do sistema. 

No ano passado, o esboço da aeronave foi confirmado por meio da Revisão Preliminar de Projeto. O KF-X está agendado para voar em abril de 2021.

O programa KF-X tem como objetivo a produção de cerca de 120 aviões de combate avançados para substituir as antigas aeronaves de combate F-4 e F-5 da Força Aérea da República da Coreia (RoKAF).

Oficiais da KAI disseram: “O KF-X é um avião com desempenho que atende ao conceito de operação no campo de batalha futuro da ROKAF, com base na tecnologia acumulada através do desenvolvimento do T-50 e do FA-50, assim como dos principais sensores eletrônicos de aviação locais”.

O KF-X é desenvolvido de acordo com o conceito de desenvolvimento evolutivo (Bloco I / II) para reduzir o risco de desenvolvimento e para atingir a geração de energia em tempo hábil, a fim de atender o desempenho da demanda das forças armadas. O desenvolvimento evolutivo é uma técnica aplicada globalmente no processo de P & D do sistema de armas para gerenciar o risco de desenvolvimento adotando tecnologia avançada. Os EUA também aplicaram esse conceito de desenvolvimento aos desenvolvimentos dos F-18 e F-35.

Espera-se que o projeto KF-X desempenhe um papel importante na aceleração da indústria de aviação coreana em termos de acumulação de tecnologia e criação de empregos.

Atualmente, o projeto KF-X envolve um total de 112 instituições – 16 universidades nacionais, 11 institutos de pesquisa e 85 empresas. Quando o desenvolvimento do protótipo estiver em pleno andamento, mais 35 instituições se juntarão ao projeto.

Anúncios

11 COMENTÁRIOS

  1. infelizmente a aviação esta ficando sem graça pois e tudo variação do mesmo tema em termos de desing

    • Se você quer refletir ao máximo as ondas de radar, não tem para onde correr, meu caro.

  2. Poderiam estar adquirindo um produto pronto no mercado, poderia custar menos, mas capacitar o país a desenvolver tecnologia, isso não tem preço. Parabéns aos Koreanos.

    • Pois é, só por causa deste projeto a Posco, a maior siderúrgica do país e uma das maiores do mundo, iniciou a produção de titânio alguns anos atrás. A Coréia é um dos poucos países do mundo que produzem este metal.

  3. Site coreano de defesa diz que em outubro deste ano haverá uma maquete em tamanho real deste avião. Acredito que montarão o avião pela primeira vez nesta ocasião, só não sei se será com 100% das peças do avião. Diz também que a Kai garante que o custo final de venda do avião não ultrapassará 70 milhões de dólares. Putz …. neste caso cumprirão a promessa feita desde o início quanto ao valor de venda do avião. Por fim no anteparo verifica-se que o avião terá baias internas para carregar mísseis.

    • Estas maquetes são de fibra de vidro, madeira e alumínio, acrílico etc.
      Não são feitas com as peças do avião, são os "mockup", maquetes em tamanho real, nada mais do que isso.
      .
      Mockup
      Em manufatura e design, um mockup ou mock-up, é um modelo em escala ou de tamanho real de um projeto ou dispositivo, usado para ensino, demonstração, avaliação de design, promoção e outros propósitos. Um mockup é um protótipo se ele fornece pelo menos parte da funcionalidade de um sistema e permite o teste de um projeto.Mockups são usados por designers principalmente para adquirirem um feedback dos usuários. Eles abordam a ideia aprendida em uma pequena piada popular na engenharia: Você pode consertar agora na mesa de desenho com uma borracha ou você pode corrigir mais tarde no canteiro de obras com uma marreta.

  4. Avisa aí ao pessoal da FAB que é assim que se faz. Absorve tecnologia, se aprende com funciona e depois replica em projetos próprios. Não é comprando ad eternum no estrangeiro, de tempos em tempos, que se desenvolve tecnologias próprias. O mesmo vale para aviões, como para armamentos, aviônicos e sistemas embarcados (radares, etc.) também

    • É que o parque industrial brasileiro é igual ao coreano. Os coreanos tem apenas alguns dos maiores fabricantes de navios, carros e eletrônicos do mundo (Hyundai, LG, Samsung).

      Bolsa da Coreia: 1.400 bilhões (navios, carros, eletrônicos)

      Bolsa de São Paulo: 940 bilhões (minério, petróleo, bancos)

      Estaleiro Coreano: Hyundai – 34 bilhões de dólares em receita

      Estaleiro brasileiro: Atlântico Sul – 900 milhões de reais em receita

      É igualzinho.

Comments are closed.