No dia 2 de agosto, a Lockheed Martin entregou o 52º e o último avião C-5M Super Galaxy modernizado sob o Programa de Melhoria da Confiança e Reengenharia (RERP) nas instalações da empresa em Marietta, Georgia. (Foto: Lockheed Martin)

A Lockheed Martin entregou no dia 2 de agosto a 52ª e última aeronave de transporte estratégico C-5M Super Galaxy modernizada sob o Programa de Reforço de Confiança e Reengenharia (RERP) da Força Aérea dos Estados Unidos, nas instalações da empresa em Marietta, Geórgia. A atualização RERP aumentará a vida útil da frota C-5 até a década de 2040.

A entrega completa a atualização RERP, que estende a vida útil da frota C-5 até a década de 2040.

“Com a capacidade inerente ao C-5M, o Super Galaxy é mais eficiente e confiável, e mais capaz de realizar seu trabalho de transporte aéreo estratégico global”, disse Patricia Pagan, diretora de missões de mobilidade aérea estratégica e marítimas da Lockheed Martin. “Estou muito orgulhosa da equipe contratada pelo governo para o esforço de modernização da frota C-5. Nós trabalhamos muito para garantir que os C-5Ms sejam os melhores aviões estratégicos possíveis para as nossas forças armadas”.

Uma tripulação do Comando de Reserva da Força Aérea da 439ª Ala de Transporte Aéreo da Base Aérea de Reserva de Westover, Massachusetts, levou o C-5M final para a Base Aérea de Stewart, Nova York, onde a aeronave passará por restauração de pintura interior. Uma vez que o trabalho esteja concluído, a aeronave será levada para Westover, onde será o oitavo C-5M designado para a base.

A Lockheed Martin iniciou o trabalho de desenvolvimento RERP em 2001. O RERP incorpora mais de 70 melhorias que melhoram a confiabilidade, a eficiência, a capacidade de manutenção e a disponibilidade. O RERP incluiu alterações ou modificações na estrutura da célula; sistemas ambientais e pneumáticos; sistemas hidráulicos, sistema elétrico; sistema de combustível; trem de pouso; e controles de voo.

O coração do sistema é o motor turbofan GE F138 (conhecido como CF6-80C2L1F no mundo comercial) reduzido para 50.000 libras de empuxo no C-5M. Este motor fornece 22% a mais de empuxo do que os turbofans TF39 que deixaram de ser produzidos, e usados nas aeronaves C-5A/B/C anteriores. Os motores também permitem que o C-5M atenda aos requisitos de redução de ruído estágio 4 da FAA.

Essas mudanças, juntas, resultam em um aumento de 22% no empuxo, uma distância de decolagem mais curta; uma melhoria de 58% na razão de subida; permite que o C-5M voe em cruzeiro – com peso bruto máximo – no ambiente de voo de Comunicação / Navegação / Vigilância / Gerenciamento de Tráfego Aéreo (CNS / ATM); e maior eficiência de combustível e menor demanda de suporte de aviões-tanque.

O primeiro voo de uma aeronave modificada para o padrão C-5M ocorreu em Marietta, Georgia, no dia 19 de junho de 2006. O primeiro C-5M operacional foi entregue à Base Aérea de Dover, Delaware, no dia 9 de fevereiro de 2009. Um total de 49 C-5Bs, dois aviões C-5C e um C-5A original foram modificados no âmbito do RERP.

O C-5M possui 89 recordes mundiais de aviação certificados pela FAI, a maioria dentre qualquer tipo de aeronave. Esses recordes incluem tempo de subida com carga útil, altitude com carga útil e maior carga útil transportada.

O C-5 Galaxy é operado exclusivamente pela Força Aérea dos EUA desde 1970 e é o maior avião de transporte estratégico da frota da Força Aérea dos EUA. O C-5 é capaz de transportar dois tanques de batalha M1A1 de 78 toneladas ou helicópteros e outros grandes equipamentos em distâncias intercontinentais. Totalmente carregado, um C-5 tem um peso bruto de mais de 360 toneladas. Todos os C-5 foram construídos na unidade de Marietta da Lockheed Martin.

Além de Westover, os C-5Ms foram designados para as unidades de Comando de Reserva da Força Aérea na Base da Força Aérea de Dover, Delaware (436th e 512th Airlift Wings) e na Base Aérea de Travis, na Califórnia (60th e 349th Air Mobility Wings). O esquadrão de treinamento de tripulação C-5 faz parte da 433ª Ala de Transporte Aéreo, a ala de Reserva da Base Conjunta San Antonio-Lackland, Texas.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Nota aos editores do Cavok, a versão mais pesada do MBT Abrams pesa cerca de 65 Toneladas, acredito que o Erro na tradução seja motivado pelos americanos empregarem com maior frequencia as chamadas "Short Tons" que em kg é aproximadamente 907kg oque eleva bastante as "toneladas" dele nos sites especializados em inglês. isso já me causou muita confusão…

Comments are closed.