No recente acordo entre EUA e Arábia Saudita, está previsto a montagem final de 150 helicópteros S-70 Black Hawk no reino saudita. (Foto: Reuters)

Os Estados Unidos e o Reino da Arábia Saudita tomaram medidas importantes para aumentar a segurança global e estimular o progresso econômico nos Estados Unidos e no Oriente Médio. A Arábia Saudita expressou sua intenção através de acordos assinados visando adquirir mais de US$ 28 bilhões em produtos da Lockheed Martin, incluindo sistema de defesa aérea e de mísseis, navios de combate, aeronaves táticas e programas de helicópteros. Um dos importantes acordo inclui a montagem de 150 helicópteros S-70 na Arábia Saudita.

Uma carta de intenção, entre a Lockheed Martin e a Taqnia, para formar uma joint venture para apoiar a montagem final e conclusão de um número estimado de 150 helicópteros utilitários S-70 Black Hawk para o governo saudita. O programa apoia o trabalho para mais de 450 empregos nos EUA, incluindo na Sikorsky em Connecticut e em toda a cadeia de suprimentos dos EUA e também apoia o programa Vision 2030 da Arábia Saudita, criando mais 450 empregos no Reino, desenvolvendo capacidades locais através da transferência de tecnologia e habilidades. – Parceria global de segurança.

“Na Lockheed Martin, estamos orgulhosos de fazer parte desse anúncio histórico que fortalecerá o relacionamento entre os Estados Unidos e o Reino da Arábia Saudita”, disse o Presidente e CEO da Lockheed Martin, Marillyn Hewson. “Estamos especialmente orgulhosos de como nosso amplo portfólio de produtos e tecnologias avançadas de segurança global aumentará a segurança nacional na Arábia Saudita, fortalecerá a causa da paz na região e servirá de base para a criação de emprego e a prosperidade econômica nos EUA e no mundo. Esses acordos contribuirão diretamente para o programa Vision 2030 da Sua Majestade da Arábia Saudita, abrindo a porta para milhares de empregos altamente qualificados em novos setores econômicos “.

Um Memorando de Entendimento foi assinado entre a Lockheed Martin e as Indústrias Militares da Arábia Saudita para que as partes trabalhem juntas para construir capacidades de defesa na Arábia Saudita para apoiar o Vision 2030 e providenciar esforços localizados associados aos Combatentes de Superfície e Aerostáticos de Múltiplas Missões.

Uma vez plenamente realizados, os programas deste anúncio apoiarão mais de 18.000 empregos altamente qualificados nos Estados Unidos e milhares de empregos na Arábia Saudita como parte da manutenção e modernização dessas plataformas nos próximos 30 anos. Estes programas ajudam o governo Saudita a concretizar o seu objetivo Vision 2030 de construir as suas capacidades de tecnologia doméstica e mão-de-obra qualificada.

8 COMENTÁRIOS

    • Estes contratos são divulgados ou assinados na ocasião da visita dos líderes de uma nação, isso é normal, mesmo que o líder não tenha tido participação nenhuma no processo de compra.

    • Com certeza, se foi o Trump e foi bom, não há qualquer relação.

      O fato do Obama ter colocado em banho maria todas as vendas ao oriente médio e Trump estar aprovando as vendas é completamente irrelevante.

      Obviamente, se isso causar algum problema no futuro, será por culpa da administração dele.

      Só fatos negativos, entendeu?

  1. A FAB deveria aumentar o seu número de Black Hawks também, algo em torno de 50 unidades ou mais .. é uma máquina comprovada e confiável.

    • Jefferson, concordo com você e iria de BH sem dúvida.

      O problema é que estamos comprometidos com o EC725 então, deve ser dificil vermos grandes compras do BH.

      • Nem a FAB precisa ou teria como operar estes 50 BH, com o recebimento dos 16 H225M fecha a conta das necessidades dos Esquadrões.
        A FAB tem oito Esq. com helicoptero, Mi-35 em PV, Black Hawk em SM e MN, H225M em BE, RJ e CG mais Natal com a formação de pilotos e Brasília com o GTE que possui o H225M, H135 e o Super Puma.
        CG ja aposentou o Sapão e os pilotos e tripulantes estão fazendo curso e aguardando os H225M.
        . https://orbisdefense.blogspot.com.br/2016/07/ulti

  2. Se duvidar esses 150 helicóptero saíram mais baratos que nossas 50 kombis … Duvidam?

Comments are closed.