A aeronave Stratolaunch iniciou os testes dos seus seis motores. (Foto: Dylan Schwartz)

A equipe da aeronave Stratolaunch anunciou que a maior aeronave do mundo, considerando a envergadura, está um passo mais perto de proporcionar acesso conveniente, confiável e rotineiro à baixa órbita terrestre, quando esta semana completou com sucesso a primeira fase de testes dos motores. Pela primeira vez, a equipe acionou os seis motores turbofan Pratt & Whitney PW4000 da aeronave.

O primeiro teste dos motores foi conduzido com uma abordagem de acumulação e consistiu em três fases. Primeiro como um “motor seco”, onde foi usada uma unidade de energia auxiliar para acionar o motor. Em seguida, como um “motor úmido”, onde introduzimos o combustível. Finalmente, cada máquina foi iniciada uma a uma e permitiu manter os motores na marcha lenta. Nesses testes iniciais, cada um dos seis motores funcionou conforme o esperado.

Os motores do Stratolaunch, os mesmos usados em aeronaves 747, foram testados no Mojave Air and Space Port, na Califórnia. O avião de corpo duplo é projetado para servir como uma plataforma de transporte e lançamento móvel de foguetes na órbita baixa da Terra.

Nos últimos meses a equipe completou várias etapas, como a primeira vez que a gigante aeronave deixou o hangar e o início dos testes no solo e na linha de voo.

A equipe completou o teste de abastecimento de combustível, testando os seis tanques de combustível para garantir as operações adequadas. Cada um dos seis tanques de combustível foram preenchidos de forma independente para garantir as operações adequadas de mecanismos de combustível e para validar que os tanques foram devidamente selados.

Além dos testes de combustível, foram também iniciados os testes do sistema de controle de voo. Até agora, exercemos os limites máximos de movimento e a taxa de deflexão das superfícies de controle na asa e nos estabilizadores.

Com base nos testes dos motores, os testes de pré-requisitos dos sistemas elétricos, pneumáticos e de detecção de incêndio foram concluídos com sucesso.

Nos próximos meses, a equipe continuará testando os motores da aeronave a níveis de potência mais elevados e configurações variadas, que culminarão com o início dos testes de taxi.

A aeronave Stratolaunch, desenvolvida pela Scaled Composites de Paul G. Allen, e apelidada de “Roc” tem 118 metros de envergadura, sendo mais longa do que um campo de futebol profissional, e 73 metros de comprimento. Pesa quase 227 toneladas quando vazio, mas foi projetado para transportar quase 250 toneladas entre as duas fuselagens.

5 COMENTÁRIOS

  1. "foi projetado para transportar quase 250 toneladas entre as duas fuselagens" equivale a capacidade do An-225!

  2. O avião está ficando pronto, mas parece não haver definição para o foguete que ele irá lançar, muito esforço para nada?

    • Acredito que quando estiver voando e se mostrar confiável aparecerão cargas, agora é cedo.

Comments are closed.