O Boeing 747-8i executivo colocado à venda pelo Catar.

Além de um raro Boeing 747SP de 40 anos (disponível por 9,5 milhões de dólares), um Boeing 747-8i praticamente novo da família real do Catar também já está à venda. A aeronave, com apenas 436 horas de voo, ou ainda 200 ciclos, está equipada para o transporte de 76 passageiros em uma cabine extremamente luxuosa. Além dos 76 assentos para a família real, o avião é atendido por 18 tripulantes.

A aeronave em questão, registrada nas Bermudas como VQ-BSK, saiu da linha de montagem da Boeing em Everett (WA) em 2012 e foi equipada com um interior ultra VIP pelo centro de serviços da Boeing em San Antonio, Texas, em 2015. A bordo, há instalações como um grande quarto com uma cama de casal, uma sala de estar, cabines e salas de reunião, um banheiro e até mesmo o seu próprio hospital especial.

Um preço pedido é de 500 milhões de libras, algo em torno de 2,5 bilhões de reais. Opreço de lista de um Boeing 747-8i “pelado” é de 370 milhões de dólares. A aeronave atualmente está parada na Suíça, e foi colocada a venda pelo site avbuyer.

Após a venda, a família real não ficará sem transporte aéreo: a frota da Qatar Amiri Flight ainda é composta por três Airbus A319, três A320, dois A330-200, um A340-200, um A340-300, um A340-500 e outros três Boeing 747-8i’s.

Aliás, o Boeing 747-8i, como o 747SP, agora à venda, não pertence oficialmente ao Qatar Amiri Flight. As características externas, no entanto, revelam o uso pela família real do Catar.

Este BBJ (Boeing Business Jet) em particular é o segundo de dois pertencentes à família real do Catar, e é um jato executivo em nome e função. A família real do Catar é afinal uma família de negócios. Os príncipes normalmente viajam pelo mundo gerenciando seus vários portfólios de propriedades e investimentos. No entanto, no ano passado, o estado passou por problemas. A Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos, o Bahrein e o Egito cortaram todos os laços com o ridiculamente rico estado do Golfo do Catar. Isso resultou em um bloqueio dos portos, aeroportos, vias terrestres e marítimas do Catar.


Fonte: aviation24.be – Edição: Cavok – Fotos: Controller.com

20 COMENTÁRIOS