Um helicóptero utilitário leve UH-72 Lakota. (Foto: Airbus Helicopters)

A Airbus Helicopters recebeu um contrato avaliado em aproximadamente US$ 273 milhões para entregar 35 adicionais helicópteros UH-72A Lakotas para o Exército dos Estados Unidos (U.S. Army).

O contrato de US$ 273 milhões inclui as aeronaves de produção UH-72A, manuais técnicos e de operações de voos associados e programas de gerenciamento. Esta aquisição é dividida em duas configurações: 17 UH-72A Lakotas para a missão da Ala Rotativa de Entrada Inicial em Ft. Rucker e 18 UH-72A Lakotas para a missão Observador/Controlador nos Centros de Treinamento de Combate do Exército.

“Estamos orgulhosos de que o Exército dos EUA continua confiando em nós para fornecer esta capacidade versátil para a sua frota de aviação. Temos um registro ininterrupto da excelência do programa e do suporte para este avião em custo e alta qualidade”, disse Chris Emerson, presidente e CEO da Airbus Helicopters e chefe da região norte-americana.

O Airbus constrói o Lakota em suas instalações de Columbus, Mississippi. Desde o início do programa em 2005, a Airbus entregou mais de 412 Lakotas. O UH-72A é um helicóptero utilitário leve bimotor usado para uma ampla gama de operações militares, incluindo patrulha de fronteira, MEDEVAC, transporte de tropa, carga leve e VIP, e Segurança Interna.

Disponível em múltiplas configurações com o menor custo para comprar, possuir e operar qualquer helicóptero militar dos EUA em produção, a UH-72A é um componente chave da Iniciativa de Reestruturação de Aviação do Exército (ARI) e do principal Centro de Excelência em Aviação de instrução de asa rotativa para o Exército dos EUA em Fort Rucker, Ala.

Os Lakotas tem sido empregados extensivamente nos últimos meses, respondendo a incêndios florestais na Califórnia e após a passagem dos furacões Irma e Harvey.

Vários estados de todo o país estão em parceria com as autoridades locais que utilizam o Lakota para auxiliar na execução de missões domésticas, destacando a versatilidade única desta aeronave e sua capacidade de atuar em operações conjuntas de agências governamentais e não-governamentais.

3 COMENTÁRIOS

Comments are closed.