A Boeing confirmou que passou informações sigilosas sobre suas aeronaves de combate F-15 Strike Eagle (acima) e F/A-18 Super Hornet aos Emirados Árabes Unidos. (Foto: Staff Sgt. Aaron Allmon II / U.S. Air Force)

A Boeing revelou durante o Dubai Airshow que passou informações sigilosas de suas aeronaves de combate Super Hornet e Strike Eagle para o governo dos Emirados Árabes Unidos, nos meses de agosto e setembro, embora a Boeing não tenha recebido uma requisição para propostas como o Eurofighter, sugerindo que suas aeronaves também possam estar concorrendo contra o caça francês Rafale.

Um executivo chefe da Boeing adicionou uma nova peça para o quebra-cabeça da modernização dos caças da Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos, dizendo que o governo dos EUA entregou informações sigilosas sobre as capacidades das aeronaves de combate F/A-18E/F Super Hornet e F-15E Strike Eagle.

Os Emirados Árabes Unidos já haviam demonstrado interesse no caça Super Hornet da Boeing no ano passado. (Foto: Mass Communication Specialist 2nd Class James R. Evans / U.S. Navy)

Nenhuma das aeronaves haviam sido mencionadas no passado como uma das opções para substituir a frota de jatos Dassault Mirage 2000-9 da Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos. Os Emirados Árabes Unidos vem negociando com a França e seu caça Dassault Rafale desde 2008, e dentro nas últimas duas semanas pediu ao consórcio Eurofighter para apresentar uma proposta de venda de seu caça Typhoon como forma de ter um concorrente para o modelo francês.

Mas as autoridades dos Emirados Árabes Unidos estão lançando uma rede ainda maior à medida que consideram todas as suas necessidades de modernização do caça, disse Jeff Kohler, vice-presidente de desenvolvimento de negócios militares da Boeing.

Em agosto ou setembro, os Emirados Árabes Unidos solicitaram formalmente as informações das duas aeronaves de combate da Boeing, disse Kohler disse, obrigando o governo dos EUA a passar elas.

Os briefings não foram seguidos por uma emissão de uma solicitação de propostas a Boeing, assim como ocorreu com o Eurofighter. No entanto, Kohler acredita que o interesse dos Emirados Árabes Unidos nas aeronaves de caça da Boeing pode ser destinado a requisitos de longo prazo.

No dia 12 de novembro, a Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos anunciou planos de adquirir um “caça da próxima geração” no período entre 2018-2025.

O caça Lockheed Martin F-35 Joint Strike Fighter (JSF) foi anteriormente escolhido pelos Emirados Árabes Unidos como sendo um alvo de aquisição em potencial. Mas a solicitação de informação pode indicar que os F/A-18E/F e o F-15 Silent Eagle também estão em discussão, disse Kohler. Com a exceção dos aspectos de baixa detecção radar muito menor, ou capacidade stealth, o F-15SE e a versão International Roadmap do F/A-18E/F possuem muitos sensores, aviônicos e capacidade de armas semelhantes com o F-35.

“Acho que [os oficiais dos Emirados Árabes Unidos] estão interessados, dependendo exatamente sobre o que eles querem”, disse Kohler.

Fonte: Flight Global / Stephen Trimble – Tradução e Adaptação do Texto: Cavok

Anúncios

46 COMENTÁRIOS

  1. Será que vai acontecer o mesmo que aconteceu no Marrocos? Lá o Rafale estava em boa posição até o governo marroquino ver quanto ele custava e o que ele podia oferecer. O F-16 levou fácil essa pelo custo x benefício.
    Tem um outro lado que chama atenção é que o fator valor não é mais tão importante assim. Porque se foram oferecidos EF2000 e F-15SE, os EAU estão mais preocupados na tecnologia que o avião oferece.
    E isso é ruim para a Dassault, pq pela propaganda dela o Rafale foi muito bem na Líbia. Será que o Rafale foi isso tudo? Será que outros aviões foram melhores? A Líbia foi uma bela vitrine de guerra. Pode ser também que os EAU façam pressão pela diminuição do preço do Rafale. Só sei que está muito estranho esse favoritismo do Rafale nos EAU. Mas torço para que saia essa venda, a Dassault precisa urgente de novos pedidos do Rafale, ainda mais agora que a França vai decretar um novo pacote de austeridade…

  2. Ao que parece o espaço dos franceses está diminuindo. É bom eles abrirem o olho e darem o desconto que os EAU querem e fechar o negócio.

    []'s

  3. Essa novela já está ficando tão longa quanto a nossa. Os franceses devem ser muito ruins de negócio porque estavam em uma negociação direta e exclusiva à tempos com constantes reuniões e o acerto aparentemente próximo derepente a coisa desanda de uma forma que o interessado passa o solicitar novos requerimentos a outros fornecedores, isso é um claro sinal que não está contente com a negociação ou desinteressou pela compra. Segundo o que anda noticiando já à algum tempo é que atrapalhadas do governo francês na negociação assim como constante mudanças de nomes diretos na negociação, maus entendidos e um pouco de "já ganhou" acabou colocando os francês em xeque.

  4. A pergunta que não quer calar: O que a Dassault e o governo francês estão esperando para atender aos requisitos dos EAU, em especial o preço?

  5. E fica uma sugestão: Por que o Sr. Megalonanico não deixa seu virulento antiangloamericanismo um pouco de lado e pede á Presidente Dilma que solicite junto ao governo dos EUA informações acerca do F-15E?

    • broe, o F-15 é mais caro de operar que o Rafale… não entendi este seu "desejo", se o amigo reclama dos custos do francês…

      abraço!

      • Mas não exite comparação entre o F-15SE e Rafale e Grifo..

        É a mesma coisa que comparar o AMX com o F-5M..

        Ou estou errado amigo Chicão??

        • Entre Rafale e F-15 existe sim Symon! observe as capacidades… não estão tão longe assim… eu Vejo o Rafale como um Short-F-15, com menor dimensão e RCS… mas que carrega muita carga, e é muito bom em combate aéreo… entende?

          abraço brodi!

          • se o F-15 estiver com uns AIM-9X, e AIM-120C, ele se torna uma arma letal, o RCS do rafale em combate iria ser maior que 1m², o radar do F-15 é muito mais poderoso, iria detectar o rafale mais longe

      • Nessa tenho que concordar com o Chicão 😀

        F-15 SE deve ter um custo hora-vôo bem maior que o do Rafale. É claro que mais capaz, mas estamos comparando um peso-pesado, com peso-médio. …hahahahahahah

        []'s

        • E consome mais combustivel tbm.
          A Fab fica sem dinheiro pra abastecer um F15.

        • não coloque palavras na minha boca "safadenho" rsrsrs! hoje, eu acho o Rafale um avião mais eficiente (F-3) para defesa aérea que o grande F-15, sem tirar o mérito do Eagle, claro que ficaria bem contente com uns F-15SE… ôh! nem falaria mais no nome "Rafale"! rsrsrsrs

      • quanto custa a hora de voo do rafale em comparaçao com a do F-15? os EUA liberaram o custo por hora de voo de varias aeronaves, a do F-15 era de uns US$ 38 mil mais ou menos, houve rumores de que o rafale custava 39 mil euros, duvido que seja os 11 mil dolares que a dassault passou, assim seria mais barato que o F-16.

        • Ja foi comentado que o Rafale em missoes de combate na Libia custaram cerca de 17 mil euros.

          Voos normais custa bem menos cerca de 12 mil dolares.

          • isso mesmo Adilson… eu não sei como os colegas adoram acreditar em magia! o F-15 é uma aeronave fantástica, mas cara, construida em outros patamares… é maior, mais pesado, com sistemas caríssimos e em parte bem antigos e não tão eficientes quanto os mais modernos… enfim…

      • É verdade amigo Chicão! Eu realmente havia me esquecido de que o F-15E está em outra categoria. Foi manifestação de um desejo de infância, quando eu tinha um pôster do F-15 no meu quarto. O outro era do Mirage III. Abração broe!

  6. Linda este "click" do Eagle! bela e imponente máquina de guerra!

  7. "Nenhuma das aeronaves haviam sido mencionadas no passado como uma das opções para substituir a frota de jatos Dassault Mirage 2000-9 da Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos"

    ôpa, foi sim, o SH já assim como o F-16 foram cogitados tempos atrás… certamente o que a Boeing fez agora, para "bagunçar" e tirar o brilho e atenção que o Rafale vem conquistando nas concorrências que participa… os anti-francos vão vir com um monte de conversa fiada… de que a FAB não quer o Rafale, que o NG foi o primeiro… que o SH isso e aquilo, mas o fato é que o Rafale ainda está na ponta aqui no Brasil, está "perigando" levar o MMRCA, e na SUiça é bem cotado, assim como nos EAU… nada mais natural que a concorrência tente tirar este foco! e também nada mais natural que o comprador bote pressão para ter melhores condições!… além do mais os emires estão bem servidos, não precisam de pressa…

    Sds!

    • Parece que não iremos mais receber os Dassault Mirage 2000-9 como tampão.. rsrs

      • O Brasil merece ter sucatas velhas americanas como os F5. Tem um monte nos esquadroes de treinamento deles. Sao espertos e sacanas com a gente.

    • que brilho e atençao o rafale vem conquistando, se fosse assim ele já teria vendido para um dos 3 nao, e as informaçoes de que o rafale é favorito sao só noticoas falsas passadas pela frança, os torcedores do rafale estao tao desesperados que quando o rafale vai pra final pensao que ele já ganhou, mas noa é bem assim que tem sido.

      mais uma coisa, acho que o rafale nao vai vender aquelas 600 unidades que voce falou nao.

      • pode ser BW, pode ser que não venda, como pode ser, eu não disse que venderia… mas é uma questão de análise que eu faço, nada a ver com torcida, se tu não enxerga assim, é direito seu, negar os fatos é comum vindo de ti… rsrsrs eu nem esquento! rsrsrs

        • o fato é, os EAU acabaram de abrir uma concorrencia, e o rafale agora tem outros concorrentes

      • Pelo menos o jato frances vai pras finais, sinal que tem merito pra isso, como na India.
        Gosto do Rafale e nao to desesperado como vc afirma.

  8. Alguém disse no blog que a muito não existe mais combate entre aeronaves no corpo a corpo..

    Pow, esta o maior combate e tudo indica o final triste dos franceses..

  9. hehehehe!!!!! Que novela!!!! Todo mundo aproveitando a crise alheia, como já disse outras vezes, quem tem o dimdim é quem manda, é quem escolhe e não vice-versa, não é só o Brasil que está fazendo uma pechincha, vamos ver o que vai dar!!!

  10. Os Eua sempre interferem nas compras militares que outros paises fazem, se acham os donos do mundo, por isso que devemos nos afastar deles, ja basta o que fazem com nossa Embraer e nosso Super Tucano que so exporta pra pais pobre africano que recebeu componentes inferiores ao prometido em contrato.

    Atrapalharam nosso programa espacial, ameacam colocar sua frota naval em nossa regiao e instalar uma base na triplice fronteira, etc…

    O Fx tem que ser frances ou russo, nada mais justo…

    • ta aí o motivo pelo qual nao gostam dos americanos, porque eles tentam vender seus equipamentos, voce acha que se tiverem uma chance deveriam perder só porque se o rafale nao ganhar aí a dassault vai a falencia?

      • Americano sempre atrapalhou e estragou o desenvolvimento do Brasil.
        Somente por isso…

            • Isso é coisa antiga de um kara frustrado, aposto que teve interesses contrariados.. rsrsrs

              Um grande erro que creio existir nas nossas FAs é militar da ativa poder oferecer serviços particulares ao GF..

            • Se o amigo atinar bem para a matéria verá que nos "Isteitis" a coisa funciona diferente da frança onde se dão propina a vontade..

              O que acontece com a Embraer é que a empresa se estabeleceu por lá e não estava seguindo as leis do país..

              Ainda mais que o ST é todo americano.. rsrs

              Haja vista que "usamericanus" proibiram até a sua venda ao chaveco..

                • E para descontrair..

                  DEZ MOTIVOS PARA SER AMERICANO

                  1- Adorar música brasileira, como merengue, salsa e rumba

                  2- Usar as roupas mais estranhas do mundo e ninguém ligar

                  3- Poder tomar cerveja dizendo apenas "Gimme a Bud"

                  4- Saber que a capital do Brasil é Buenos Aires

                  5- Poder estudar de graça em Yale, desde que saiba jogar futebol americano

                  6- Falar com sotaque de Atlanta e todo mundo achar bonito

                  7- Assistir novelas como qualquer brasileiro, mas chamá-las de soap opera

                  8- Entender as regras do Baseball e se divertir com isso

                  9- Achar que qualquer passeiozinho meia-boca foi "terrific, amazing, wonderful"

                  10- Não ter que estudar no Yázigi, CCAA ou Fisk pra navegar na Intenet

        • Será mesmo que os atrasos desse é culpa dos americanos ou nossa que votamos em quem não presta? Ah.. é mais fácil culpar nosso vizinho…

        • Adilson:

          Já percebi que o amigo é bem intencionado. Mas a verdade é que quem mais estragou o desenvolvimento tecnológico do Brasil foram nossos políticos, que nunca investiram seriamente em educação.

Comments are closed.