O caça MiG-35 apresentado com o novo radar AESA no MAKS 2019.

O novo radar AESA do caça Mikoyan MiG-35 foi revelado na feira aérea internacional MAKS 2019 hoje de manhã em Moscou.

O jato de geração 4++ estava anteriormente equipado com o radar Zhuk-M com uma antena mecanicamente dirigida.

A Phazontron-NIIR supostamente desenvolveu a nova versão de radar com Antena de Varredura Eletrônica Ativa (AESA) chamada Zhuk-A/AM para o caça. O radar tem mais de 1.000 módulos receptores / transceptores de estado sólido, disse Anastasia Kravchenko, diretora de comunicação da MiGs.

A Concern Radio-Electronic Technologies (KRET) mostrou seu radar Zhuk-AME FGA 50 AESA compatível com o jato MiG-35 no Airshow China 2016. O radar pode detectar alvos além da linha de visão, rastrear até 30 deles e destruir até 6 alvos no ar e 4 no chão.

O AESA permite aumentar o alcance de detecção do Zhuk-AME para até 160 km e operar simultaneamente nos modos “ar-ar” e “ar-terra”, para reconhecer e classificar grupos e objetos únicos, para atacar simultaneamente múltiplos alvos com grandes meios de destruição de precisão, bem como transmitir dados táticos a outras aeronaves e realizar contramedidas eletrônicas. Ele pode fornecer suporte a informações em baixas altitudes, navegação, bem como orientação para sofisticadas armas ar-ar e ar-superfície.

Alguns relatos afirmam que o MiG-35 será equipado com radar Phazotron Zhuk-A/AE AESA que oferece uma ampla gama de freqüências operacionais, proporcionando melhor resistência a contramedidas eletrônicas (ECMs), alcance de detecção estendido e mais alvos aéreos e terrestres detectados.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais de 1000 módulos, mas quanto ?
    Saiu uma notícia a dois dias que Egito teria assinado acordo para 50 unidades, mas nenhuma outra mídia falou isso até agora…

Comments are closed.