MiG-35.

Vários países já notificaram a Rússia que gostariam de comprar seu caça MiG-35, disse o diretor do serviço federal de cooperação militar-técnica, Dmitry Shugayev, à mídia no show aeroespacial internacional MAKS 2019. A Turquia demonstrou interesse.

Já houveram vários pedidos. A Rosoboronexport e a United Aircraft Corporation (UAC) estão trabalhando nisso“, disse Shugayev. Em 2017, a Rússia disse que mais de 30 países estavam interessados no novo caça da Mikoyan Gurevich OKB. Dentre os interessados na época estavam Peru, Myanmar e Bangladesh.

Além dos caças Su-35 ou Su-57 da Rússia, ele observou que o presidente turco Recep Tayyip Erdogan na terça-feira “parou na frente de uma amostra em tamanho real do avião MiG-35 e fez várias perguntas, bastante profissionais, sobre as armas do avião e certos parâmetros de voo“.

“O MiG-35 é uma aeronave muito interessante e vários países estão interessados”, observou Shugayev.

Shugayev disse que a exportação do MiG-35 também foi crucial para a participação russa na competição indiana para o fornecimento de 110 caças médios.


Fonte: TASS – Edição: Cavok

Anúncios

23 COMENTÁRIOS

  1. Países interessados: Coreia do norte, Argentina e Irã.

    Imagino o Putin explicando para o Erdorgan que o incrível MIG-35, não entrega nada demais em relação ao que ele já tem em casa rs

  2. Considerando que a Rússia se não me engano é o segundo maior exportador de armas do mundo, incluindo nessa conta aviões de caça, e que o Mig-29 caça ao qual o MIG-35 tende a substituir é operado por mais de 20 países que invariavelmente vão passar pelo processo de substituição da frota mundial desse e de outros caças russos operados desde as décadas de 70/80 (MIG-27, Mig-21, etc.)

    Acredito que seja razoável essa previsão de mercado.
    Se vão vender ou não, e o número de países, é outra conversa e assunto para a briga de torcedores..
    Não é ideologismo, apenas a constatação de um fato.
    A Rússia, ainda tem seu mercado cativo na Ásia, Oriente Médio, África, Venezuela..

  3. Deixe os compradores descobrirem quanto custa a hora/voo dessa "maravilha", aí a gente conversa! Deixe os compradores lembrarem (aqueles que já operam caças russos) a odisseia que é receber peças sobressalentes, mesmo pagando adiantado, e aí a gente conversa! Deixe eles calcularem a disponibilidade média da frota (nos melhores dias 40% ou seja de cada dez só 4 estão disponíveis para voo) e aí a gente conversa!

      • Todo bimotor tem hora de vôo cara, tanto pela manutenção quanto pelo combustível.

        O MIG 35 foi rejeitado no MRCA por não conseguir atender os requisitos indianos.

        Os problemas com peças são relatados por diversos operadores de caças MIG.

        • "Os problemas com peças são relatados por diversos operadores de caças MIG"
          Mas está e a rotina, tipo falaram, a boatos, alguém disse etc.. Deve ser igual os Mi-35 do Brasil, aí chega o chefe do Esquadrão rasga o helicóptero de elogios, só resta para os críticos a frustração…
          O MIG é tão Ruin que 20 anos após o fim da URSS suas ex- repúblicas da OTAN ainda o usam, e os que não usam, usaram até no osso..

          E sobre o Mig-35 ter perdido em 2007, este 35 não tem nada haver com aquele, é um caça totalmente novo, com radar, alcance, motor, e capacidade de carga diferente daquele…

          E não é os Russos que confirmam, mas sim o chefe da Força aérea Índiana que o conheceu a alguns meses atrás: https://www.google.com/url?sa=t&source=web&am

          • "este Mig 35 não tem nada haver"

            Não existe Mig 35. É um Mig 29 atualizado.

            Não é outro motor. É o mesmo motor modernizado.

            • "mesmo motor mordenizado"
              Então como vc mesmo disse, não e o mesmo motor!
              Motor RD-33 MK/OVT tem diferenças de
              Tamanho
              Empuxo
              Consumo
              Tem Vetorização de empuxo
              Maior vida útil etc…

              E os países que Supostamente reclamaram do Mig-29 ( vc deve ter ficado minerando na internet a horas para achar algo que justifique seu comentário KKK), bom Peru reclamou tanto que modernizou os seus recentemente….
              A Índia "odeia mig-29" que está na Rússia assinando contrato para 21 velhos MIG que foram produzidos nos anos 80…
              Malásia e Argélia não "curtem" os migs mas ainda eles estão lá voando ater ser aposentado..
              E sobre a Bulgária, mas que furada este link seu hein além de não falar nenhum mal do caça em si… A Bulgária não pode modernizar migs na Rússia, pois após 2014 sanções não permite isso.. Mas parece que ela ama os migs dela, pois mandou atualiza los na Polônia correndo o risco de não ter um MIG com garantias, mas preferiu isso aos F-16 do deserto via FMS, Ela só irá substituir os migs quando for dando baixa por esgotamento de célula mesmo…

              Como vc pode ver "odeiam o MIG mas não fica sem eles" kkkk são fatos, fatos reais apesar do cri cri cri da mídia Ocidental

              • Motor
                E as mesmas peças e problemas. Vc não moderniza para piorar, moderniza para melhorar. Se tivesse os mesmos resultados, ficava como estava.

                Países
                Falta de opção. A maioria dos países que mantiveram os caças ou não tem dinheiro, ou são satélites russos ou não tem acesso a outros.

                Bulgária
                Até 2014, os problemas já existiam antes.

                odeiam o MIG mas não fica sem eles
                É como os antigos carros a álcool. Quem comprou, ficou com eles, porque não tinha revenda. O que mais tem é cemitério de MIGs.

              • MIG é uma maravilha
                – Caças mais abatidos da história
                – As vendas são a conta gotas.

              • As reclamações sobre o suporte russo são claras e vem de diversos países, muitas vezes com o nome dos militares que fizeram as críticas.

    • Vc não está errado no que diz… porém se esqueceu que mesmo todo mundo sabendo disso a Rússia continua vendendo seus jatos pelo mundo.

  4. Quero ver o sucesso do Mig35, gosto desse vetor mas é difícil num mundo onde vários países reclamam da assistência russa e com a Russia em constantes embargos o numero de clientes cai para poucos, só mesmo os "anti americanos" e ex. colônias soviéticas ainda fiéis a Russia.

  5. Vai ocupar nichos em países periféricos ou não muito alinhados com o Ocidente e que não podem adquirir o F-16 ou o Gripen.

    • Pode interessar a uma parcela dos operadores de Mig 29 que tenham restrições a venda de armas e olhe lá.

  6. O tempo é a mãe da verdade, veremos se eles estão mesmo falando a verdade.

Comments are closed.