O caça de combate Su-35 durante demonstrações de tirar o fôlego no MAKS 2017. (Foto: Evgeny Biyatov)

O avião de combate Su-35 da Rússia chamou a atenção do público presente esta semana no show aéreo MAKS 2017, próximo a Moscou, de acordo com várias reportagens da imprensa e vários compartilhamentos nas redes sociais.

A aeronave bimotora projetada pela Sukhoi com o nome da OTAN de Flanker-E realizou acrobacias aéreas que surpreenderam os entusiastas da aviação de longa data nas mídias sociais.

O jornalista Stephen Trimble, repórter de aviação e editor da agência Flightglobal, twittou na quinta-feira depois de ver imagens da demonstração da aeronave. “E as pessoas realmente achavam que o visor do F-35A mostrado em Paris no mês passado era impressionante. Isso aqui não é impressionante. É inacreditável.”

Outros descreveram as manobras como “insanas” e “contra as leis da física”, e disseram que “eram de explodir a cabeça”.

Confira o vídeo de uma das manobras e decida por si mesmo:

O F-35 monomotor não foi projetado para a superioridade ar-ar, por isso é difícil imaginar um Joint Strike Fighter contra um Su-35 em um dogfight. Mais provável, seria um F-35 chamando pelo rádio um F-22 Raptor para ajudar, um caça furtivo com dois motores com maior velocidade e manobrabilidade.

Mesmo assim, os observadores não podiam deixar de notar as diferenças entre as recentes demonstrações aéreas de alto perfil da aeronave.

O Su-35 está entre as aeronaves que a Rússia espera que irá abastecer mais negócios de exportação este ano.

67 COMENTÁRIOS

  1. Propaganda é a alma do negócio, e isso os russos sabem fazer. Essas incríveis e lindas manobras são uma ótima forma de propaganda, pois são políticos quem compram armas, militares normalmente só dão pareceres em relatórios que os políticos não lêem.
    Não sou especialista, mas vejo assim:
    O Su-35 vem de um projeto dos anos 70, sendo hoje um g4++, essa manobrabilidade teria muito efeito em radares Doppler, ajudando a destravar o "look" do radar adversário, como na manobra "bean", dando uma enorme vantagem tatica. Contra caças que anda usam radares com essa tecnologia, podem ser efetivos. Mas contra radares AESA, acredito que não o sejam.
    Por isso acredito que os russo estejam desenvolvendo táticas para opor caças 5G, tendo como meta, bloquear os caças inimigos de serem efetivos no BVR, com o uso de eletrônica, para o combate ser a curta distância. Mas não coloco minha mão no fogo para defender se isso vai ser ou não efetivo em combate.
    Só o tempo dirá. Mas acredito que eles sabem bem o quanto tal tática deve ser perigosa, pois a Rússia e a China correm contra o tempo para desenvolver caças 5G.

  2. Cara, incrível oque o esse Su-35 fez nesse vídeo. A manobrabilidade das aeronaves Russas é incontestável. Mas amigos, não vamos esquecer que esse blog aqui é voltado pra quem é apaixonado por aviação e quer procurar ficar por dentro de notícias que rolam mundo a fora sobre isso. Até onde dá pra deduzir, ninguém aqui é funcionário, executivo, ou dono da empresa X ou Y, que fábrica o avião X ou Y pra ficarem discutindo. Sejamos mais educados e elegantes. As opiniões devem ser expostas e respeitadas.

    Um abraço a todos.

Comments are closed.