Turboélice Q400 com pintura da fabricante Bombardier.

A Longview Aviation Capital, gestora de uma carteira de investimentos de longo prazo na indústria aeroespacial canadense, lançou hoje a De Havilland Aircraft of Canada Limited – o nome comercial da empresa subsidiária que operará o negócio mundial das aeronaves Dash 8.

A Longview Aviation Capital Corp. assumirá o programa de aeronaves da série Q da Bombardier por cerca de US$ 250 milhões depois de suas obrigações.

O contrato de venda inclui a marca registrada De Havilland e o programa completo da aeronave da Bombardier, compreendendo as séries 100, 200 e 300. A De Havilland Aircraft of Canada Limited obteve todas as aprovações regulamentares das autoridades de transporte canadense.

Anteriormente, outra subsidiária da Longview Aviation Capital, a Viking Air, havia adquirido outros programas da Bombardier e agora o Dash 8 se junta ao abrangente portfólio de programas de aeronaves da Longview, incluindo o programa Twin Otter e as séries DHC-1 a DHC-7, bem como as antigas aeronaves Canadair CL-215, CL-215T e CL-415.

O presidente da Longview, David Curtis, disse que a empresa manterá toda a produção dentro do país e manterá a cadeia de suprimentos existente que vai da China à Irlanda e ao México.

“Estamos entusiasmados em assumir a responsabilidade por este excepcional programa de aeronaves e damos as boas-vindas aos mais de 1200 profissionais que estão ingressando na De Havilland Aircraft of Canada da Bombardier. Nosso objetivo é aprimorar a tradição de excelência em torno desta aeronave, garantindo que continuemos evoluindo para atender as necessidades de nossos clientes, com foco na competitividade de custos dessas aeronaves durante toda a vida útil, desde a produção até o suporte de peças e em serviço. Nos próximos anos estaremos investindo nos negócios com o objetivo de nos posicionar para melhor atender nossos clientes,” disse David Curtis.

Com esta aquisição, a Longview empregará 1.200 trabalhadores da Bombardier. A De Havilland Aircraft of Canada Limited continuará a produzir, prestar serviços e dar suporte às aeronaves Dash 8 e Q400 do local de Downsview em Toronto sob contratos de arrendamento de terras que se estendem até 2023.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. É uma ÓTIMA notícia para o setor de aeronaves regionais. Teremos uma empresa totalmente dedicada ao setor. Os programas deles de revitalização da cabine de comando com novíssimos avionics para o Dash8- 200 (37 pax) e 300 (50 pax) têm proporcionado aos operadores aeronaves testadas e agora, com cockpit de última geração a preços competitivos. Um série de benefícios na cabine de passageiros também está disponível e faz parte do pacote. Ao adquirir o Q-400 cria um portfólio impressionante. Ótima notícia para os operadores regionais e aviação como um todo. Saudações,

  2. Da Bombardier pouco restará. Estamos assistindo ao desmonte daquela que já foi a terceira maior fabricante de aeronaves. Queiramos que ocorra o oposto com o que restou da Embraer.

Comments are closed.