China quer converter as aeronaves regionais MA60 fabricadas pela Xian em plataformas de vigilância marítima.

A Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLA) deve comprar o avião de passageiros Xian MA60 (Modern Ark 60) desenvolvido internamente e transformá-lo em um avião de vigilância marítima, disseram analistas militares citados pela mídia chinesa.

A Marinha Chinesa pode ter a nova aeronave de busca e vigilância MA60 em seu arsenal de aeronaves especiais para desempenhar um papel importante na vigilância em alto mar e na coleta de informações, uma tarefa em desenvolvimento por marinhas ao redor do mundo, relatou Weihutang, um site especializado em forças armadas afiliado à Televisão Central da China.

A China está adquirindo unidades de detecção eletro-ópticas, unidades de transmissão de comunicação, unidades de navegação e transceptores BeiDou para o avião turboélice MA60, de acordo com um aviso publicado pelo site weain.mil.cn de aquisição de armas e equipamentos.

“Uma vez customizado com radares de busca na superfície do mar e equipamentos de detecção eletro-ótica, o MA60 pode cobrir uma área marítima consideravelmente grande e realizar missões de vigilância de navios”, disse Wei Dongxu, analista militar ao Global Times.

A China usa variantes de missões especiais das aeronaves de transporte Y-8 e Y-9 para realizar tais missões, mas seus números são limitados, observou o relatório Weihutang.

“Embora sua capacidade de alcance, resistência e vigilância possa não ser tão boa quanto a do avião de missão especial baseado em Y-8, eles podem se complementar”, disse Wei.

Ele acrescentou que o MA60 usa tecnologias maduras e tem ótimo custo operacional. “Além disso, a manutenção do avião convertido é provavelmente menos complicada do que os aviões de guerra designados, tornando-o mais adequado em bases insulares”, acrescentou ele.

2 COMENTÁRIOS