A Coreia do Sul já opera com helicópteros AW159 Wildcat.

Em breve, a Coreia do Sul convidará empresas estrangeiras para fornecer helicópteros avançados de guerra anti-submarino, informou a agência estatal de armas DAPA.

Um comitê do governo para aquisição de armamentos decidiu publicar um aviso público da licitação “por volta de maio” para escolher um concorrente preferido por meio de uma “avaliação abrangente” de capacidades, custos e outros elementos, segundo a Administração do Programa de Aquisição de Defesa (DAPA).

A Marinha quer introduzir 12 helicópteros até 2022 em um projeto de US$ 780 milhões.

“Uma vez que os helicópteros de operação marítima foram introduzidos adicionalmente, as capacidades de operação multidimensional da Marinha deverão melhorar, incluindo a guerra anti-submarino e anti-navio”, disse a DAPA.

A Coreia do Sul já comprou oito helicópteros anti-submarinos AW159, também conhecidos como Wildcats.

A Leonardo Helicopters, fabricante do AW159, espera por um novo pedido. Outros modelos candidatos incluem o MH-60R da Sikorsky e o NH90 da NHIndustries.

A DAPA também disse que planeja escolher uma empresa de defesa para um contrato para produzir em massa o navio de alta velocidade de 230 toneladas da Marinha, de codinome Gumdoksuri-B ou Killer Medium Rocket (PKMR), para substituir o PKM envelhecido.. O contrato deve ser assinado no primeiro semestre de 2020.

Os navios Batch-I do PKMR estão em produção e o contrato planejado é para os Batch-II.

No programa para a introdução de foguetes interceptadores adicionais, o Patriot Advanced Capability-3 (PAC-3), a agência disse que planeja fechar um acordo com o governo dos EUA este ano no processo de vendas militares estrangeiras (FMS).


Fonte: Yonhap News

Anúncios

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.