Caças da FAB terão a disposição os mísseis Meteor de longo alcance. (Foto: Saab)

A empresa européia MBDA recebeu um contrato de € 200 milhões para fornecer 100 mísseis ar-ar Meteor para equipar os caças Gripen E/F da Força Aérea Brasileira (FAB).

As aeronaves devem começar a chegar na linha de voo da Força Aérea Brasileira em 2021. A participação da França, no contrato de € 200 milhões, está estimada em cerca de 15%, de acordo com o jornal francês La Tribune, em reportagem no sábado.

A Saab anunciou em março de 2015 que finalizou a assinatura de um contato de venda de 36 Gripen E/F com o Brasil, avaliado em US$ 4,55 bilhões. O contrato envolve a compra de um sistema completo de armas, e o pacote total inclui treinamento, peças de reposição, suporte, planejamento e manutenção. O pedido inclui 28 aeronaves Gripen E monoposto e oito aeronaves de dois assentos Gripen F.

O míssil ar-ar além do alcance visual (BVRAAM) guiado por radar Meteor foi testado nos jatos Saab Gripen, Dassault Rafale e Eurofighter Typhoon da Saab. O míssil oferece uma capacidade multi-disparo contra alvos em manobra, desde jatos, UAVs e mísseis de cruzeiro, em um ambiente pesado de contramedidas eletrônicas (ECM) com alcance bem acima de 100 quilômetros (62 milhas).

O alcance máximo é desconhecido, mas é uma dos maiores alcances entre os mísseis ar-ar, de acordo com a fabricante. O motor a jato de combustível sólido permite que o míssil navegue a uma velocidade de mais de Mach 4.

Anúncios