Concepção artística de um drone de combate Protector, adquirido pela RAF.

A MBDA recebeu um contrato para a integração de seu míssil de ataque de alta precisão Brimstone na aeronave remotamente pilotada Protector RG Mk1 da Royal Air Force (RAF), desenvolvida e fabricada pela General Atomics Aeronautical Systems, Inc.

O Brimstone e o Protector RG Mk1 fornecerão novos recursos para a força ISTAR da RAF, permitindo que eles acompanhem alvos em movimento e em manobras de alta velocidade (incluindo embarcações de ataque rápido marítimo pela primeira vez). O Protetor RG Mk1 pode carregar três Brimstones leves por estação de arma, e assim oferece um carregamento muito maior que a plataforma Reaper que irá substituir.

A integração do Brimstone no Protector RG Mk1 (que é a versão armada do MQ-9B SkyGuardian) segue uma série de tentativas bem-sucedidas de lançamento do Brimstone da aeronave Reaper / Predator B nos Estados Unidos que demonstrou o avanço no desempenho que o Brimstone oferece. A integração do Brimstone será concluída a tempo para a entrada em serviço da aeronave com a RAF.

James Allibone, diretor de vendas da MBDA no Reino Unido, disse: “O Protector RG Mk1 é a terceira plataforma aérea britânica a se beneficiar das incomparáveis ??capacidades do míssil Brimstone, fornecendo às forças armadas britânicas vantagens operacionais vitais e capacidade de defesa soberana. O Brimstone é único em sua capacidade de ser transportado por plataformas em todos os domínios, terra, mar e ar, fornecendo uma arma comum que proporciona benefícios operacionais e de custo. A comunalidade é uma parte fundamental de todos os sistemas mais recentes da MBDA e é um dos principais contribuintes para as economias de £ 1,7 bilhão que a abordagem de parceria entre o MoD do Reino Unido e a MBDA gerou”.

No início de 2018, o Ministério de Defesa britânico anunciou um contrato de £ 400 milhões com a MBDA para o programa de sustentação de capacidade (CSP) do míssil Brimstone, para construir novos mísseis e estender a vida útil desse míssil para além de 2030.

Anúncios

5 COMENTÁRIOS

    • Vai com calma Antonio, diferentes equipamentos, diferentes funcionalidades.

    • Claro, você vai usar um drone grande e claro para disparar um Hellfire contra uma Hilux onde está um líder terrorista no Yemen….”jenial”

      Ademais, com aquele motor enorme e aparente, que além de aumentar o RCS tem assinatura IR de um maçarico tudo o que o drone russo será é um alvo fácil Xings! Aceite…

  1. o futuro é UAV armados mesmo e o Brimstone parece sem melhor que o Hellfire que só usa orientação IV, tem mais de 2 vezes o alcance, é pouco mais caro e peso igual.

Comments are closed.