A Índia atualmente já opera uma frota de 45 caças MiG-29K. (Foto: Marinha Indiana)

A MiG está aberta para parcerias com empresas indianas e em breve apresentará uma proposta detalhada para fornecer caças navais MiG-29K para a Marinha Indiana.

A empresa em breve enviará uma proposta detalhada ao governo indiano. Também consideramos a transferência de tecnologia e o desenvolvimento conjunto de jatos MiG-29K com empresas indianas. Tais acordos seriam conforme o programa “Make in India” lançado pelo governo central“, disse Ilya Tarasenko, CEO da MiG, em um comunicado.

O pedido de informações (RFI) da Marinha Indiana para a aquisição de 57 caças navais multi-missão poderia valer US$ 12 bilhões para o fornecedor estrangeiro escolhido.

Atualmente, a Marinha Indiana opera 45 caças MIG-29K que enfrentam graves problemas de manutenção de tempos em tempos. A entrega dos caças navais deve levar de quatro a cinco anos.


FONTE: Defense World

Anúncios

16 COMENTÁRIOS

  1. Eu acredito que estes problemas de manutenção, são gerados pela a enorme variedades de vetores e pela falta de um contrato permanente e manutenção com a MIg.

    • Estão reclamando de problemas estruturais , nos motores e no fly-by-wire.

      Acho que o problema é maior do que a falta de contrato permanente.

  2. Russos bonzinhos , querem realmente entubar a india com um monte de merdas , kkk, ja esta passando da hora dos indianos perceberem que estao sendo usados como absorventes , estao sendo transformados nos maiores clientes de porqueiras eslavas , os caras irão incorporar um PA novo e vao equipa-lo com uma porqueira destas ? A coisa agora eh seria , passou o tempo de brincarem de terem uma força aero naval , a China chegou , deixem o fas -de -conta de lado , comprem RAFALES navais ou SH , esqueçam as porqueiras feitas pra desfiles !

  3. Quando se prioriza quantidade , os miguinhos preenchem bem ,faz numeros , mas quando se deseja qualidade , nao tem pra ninguem , a ordem eh esta : F35C , Rafale naval , Super Hornet . Se querem realmente ter uma força de respeito a curto ,medio prazo , particularmente sou mais o Rafale 12 deles em cada PA de rampa , terao oque ha de melhor na mesma peça , lava, cozinha, cuida dos cachorros, corta a grama e faz cafune ,alem de ser um belíssimo vetor !

  4. Nesta matéria do CAVOK a ìndia tem sofrido com a manutenção dos MiG-29 k que comprou da Rússia. Cita até mesmo problemas com a estrutura do caça bem como peças que racham ou quebram ao pousar no INS Vikramaditya. http://www.cavok.com.br/blog/marinha-indiana-quer
    .
    Será que a Índia vai embarcar nessa novamente?

    • Cara a unica coisa que força os indianos a tomarem decisoes seria relativas a defesa eh a certeza deque se nao fizerem nada ,certamente serao empalados por chineses ,paquistaneses ,indonesios e por ai vai , se nao fosse isto seriam um prostibulo como o brasil !

  5. Com certeza o Teropode tem algum trauma sério de infância com alguma agressão sofrida por um russo, só pode ser algo do gênero.

  6. Em que pese as sandices postadas por uns poucos foristas, há de se a firmar que a celeuma da escolha vai residir no binômio economia x inovação, posto que, ambos os vetores são plataformas comprovadas e aptas ao que se destinam, com vantagens e desvantagens para ambas vetores, se por um lado o MI-29 e mais rápido, é mais ágil e voa mais alto, o Rafale já foi desenvolvido como um caça 4,5++, possuindo maior fusão de dados, um alcance maior, e a possibilidade de se manter atualizado por várias décadas, ao passo que o MIG-29 K já é uma upgrade de um vetor desenvolvido na década de 70, ainda que muito repaginado.

    Desta forma, acredito que os indianos devem se debater no fato de que o MIG-29 e muito mais barato que um Rafale, porém um Rafale pode se manter operacional por 30 40 anos, enquanto que um MIG-29 já esta atingido o máximo de suas capacidades, sendo uma incognita a possibilidade de se agregar novas potencialidades a uma plataforma antiga.

    Se formos comparar apenas a performance atual, ambas as plataformas são equivalentes, já que ambas são multi-missão, são capazes de operar armas modernas, pods de ECM, aptas a trabalhar em regimes de rede e os indianos já operam armas francesas e russas a muito tempo, já havendo, portanto, proeficiência e capacidade de manutenção, sendo certo que o Rafale leva vantagem na comparação de radar e de sensores embarcados, além de uma capacidade de carga útil ligeiramente melhor.

    Assim acredito que os indianos tem em mãos um problema, pagar cerca de 150 milhões por cada Rafale mas tendo a certeza de que terão uma caça operacional e passível de atualização nos próximos 30 anos, ou gastar cerca de 70/80 milhões por um MIg-29 que pode não se manter atualizado nas próximas décadas.

    Eu pessoalmente optaria pelos Rafales, mas como a lógica e o bom senso não fazem parte da doutrina indiana, acredito que a resposta somente será trazida com o tempo, sendo que não podemos deixar de lado a possibilidade do SH 18, levarem esta, posto que existem indícios de que os americanos estariam prestando assistência aos indianos no desenvolvimento das emals.

    • Falar que mig 29 eh equivalente aos Rafales eh forçar demais a barra , a tecnologia que esta velharia possui no momento eh semelhante a tecnologia da decada de 90 dos legacys da USN , entao descontados as boas vontades da ideologia ,chegaremos a um vetor pra quebrar o galho de uma naçao paria ! Comprar um mig 29 por 80 milhoes eh o mesmo que comprar um sapato barato , rapidim ele perde o solado ,rasga ,desbota e começa machucar os pes , se a India quer andar de salto alto ela deve comprar coisa de otima qualidade , preço eh o detalhe , nao adianta montar uma força numerosa (coisa que nao farão com avioes navais ) e absoleta para os padroes de primeira grandesa !

      • Teropode não pense que o MIg-29 K possui a mesma avionica do MIG-29 A/B da década de 80, o avião foi todo modernizado, conta com aviônica digital de ponta radar AESA e toda a parafernalha eletronica colocada no MIG-35, assim ele não perde nada para eventuais rivais no TO indiano

    • Desculpe a pergunta, mas com que base você afirma que o MiG-29K é mais ágil que o Rafale? Você teria algum documento para provar isso?

      Enfim, o Rafale tem uma enorme vantagem de carga útil e alcance sobre o MiG-29K, pelo simples fato que pode ser lançado por catapulta ou rampa sem nenhuma modificação necessária.

      O MiG-29K se limita pois só pode ser lançado de um porta-aviões a partir de uma rampa auxiliar, limitando muito o alcance e carga. Lembrando que os indianos vão implementar o EMALS, logo vão usar CATOBAR no futuro.

  7. Parte da mídia indiana fala de problemas no MiG-29K. Outra parte nega.

    Parte da mídia indiana até hoje nega a admitir o contrato fehcado de 36 Rafale.

    Parte da mídia indiana promove até F-35 para a Índia.

    Enfim, pode-se catar notícias indianas p/ todos os tipos de lobbies possíveis.

  8. Pior são os caras que tomaram uma dos russos e se apaixonaram por eles.

  9. UFRIC o MIG-29 tem motores mais potentes, va mais alto, tem maior velocidade, uma taxa de curva menor, alem de possuir LERX, podendo-se afirmar, em totl abandono a técnica, que o MIG-29 é um triplano, enquanto o Rafale por ser um delta canard e e nascença um caça com instabilidade de voo, sendo necessário os controles fly by wire digitais apra se mantera sustentabilidade do voo, assim o MIG-29 é mais acrobático, não que isso seja uma premissa para se dizer que ele é melhor, pois que vive de acrobacia e trapezista.

    Concordo plenamente com voce que o MIG-29 por ser apto a decolagens por sky jump já larga com enorme defasagem em relação ao Rafale, e acreditando que os indianos não são burros acho difícil eles escolherem uma caça naval que não esteja adaptado a operar por catapultas sejam estas a vapor ou EMALS.

    Assim acredito que se houver um minimo de responsabilidade nos almirantes indianos o escolhido defe ser o Rafale com o Sh correndo por fora.

Comments are closed.