mst_movedUma nave espacial dos EUA projetada para voar além da órbita da Terra desde o programa lunar Apollo dos anos 1960 está pronta para decolar nesta quinta-feira (4) num muito aguardado voo de teste.

Uma versão não tripulada da cápsula Orion, construída pela Lockheed Martin para a NASA, vai decolar a bordo de um foguete Delta 4 da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida.

O teste de voo será seguido por outro lançamento nos próximos quatro anos, de uma segunda cápsula Orion, também não tripulada. Esse voo irá enviar a cápsula ao redor da lua. O terceiro voo da Orion, previsto para 2021, deverá ser tripulado.

Eventualmente, a NASA pretende usar a Orion e o foguete SLS para enviar tripulações a Marte, o objetivo final do programa espacial dos EUA. Os astronautas não se aventuram além da órbita da Terra desde o fim do programa Apollo (1969-1972).

Como deverá ser a Orion quando estiver finalizada.
Como deverá ser a Orion quando estiver finalizada.

“É um dia grande para nós”, disse Mark Geyer, Gerente do Programa Orion da NASA a repórteres. Parte de mim espera que tudo saia perfeito…mas realmente em um teste de voo como este…queremos descobrir coisas que estão além de nossa capacidade e além de nossa competência, de modo a aprender e corrigir.”

O foguete construído pela United Launch Alliance, uma joint venture da Lockheed Martin e a Boeing, vai impulsionar a cápsula para uma órbita a 5.800 km da Terra para que ela possa reentrar na atmosfera a uma velocidade de 20.000 km/h, podendo assim testar o escudo térmico da Orion, se ele resiste a temperaturas de cerca de 2.200º C durante a reentrada.

Outro teste chave da cápsula é o emprego dos paraquedas que deverão desacelerar sua descida 32 km/h para que ela possa pousar suavemente no Oceano Pacífico.

A NASA quer reutilizar a cápsula para testar um sistema de fuga de emergência necessária em caso de um acidente durante a decolagem. Os engenheiros também estão ansiosos para recuperar dados coletados por sensores a bordo da Orion.

645698main_jsc2012e048874_full

 

FONTE: Reuters – Tradução e edição: CAVOK

IMAGENS: NASA

 

NOTA DO EDITOR: Note o quanto de conhecimento os EUA perderam por diminuirem significamente o nível de investimentos. Simplesmente, estão reaprendendo a fazer o que faziam na década de 1960!


Anúncios

31 COMENTÁRIOS

Comments are closed.