Um novo revestimento instalado no canopy do Su-57 melhora a capacidade stealth do caça.

Um novo revestimento aplicado ao canopy de vidro do caça furtivo Su-57 da Rússia e do bombardeiro estratégico Tu-160 reduzirá em até 30% a seção transversal radar da aeronave.

O revestimento de vidro desenvolvido por especialistas da empresa Technologiya R & D Enterprise (parte do RT Chemcomposite Group de Rostec), com sede em Obninsk, é feito de camadas de óxido metálico com 70-90 nm de espessura. Além de reduzir a visibilidade dos radares inimigos, ele protege o piloto durante o voo do impacto de fatores ultravioletas, térmicos e outros fatores negativos, disse a estatal russa Rostec Corporation, segundo a agência TASS, na sexta-feira.

“Duplica absorção de ondas de radar e reduz em 30% a assinatura de radar do cockpit da aeronave. Atualmente, o revestimento é aplicado no canopy dos aviões T-50 (Su-57 desde agosto de 2017), Su-30, Su-34, Su-35, MiG-29K e Tu-160”, disse a Rostec.

“O revestimento enfraquece o componente térmico da radiação solar em mais de três vezes, enquanto o índice de transmitância integral na faixa visível representa não menos que 65% e o impacto do componente ultravioleta cai mais de 4-6 vezes”, disse a corporação russa.

Como disse anteriormente o diretor industrial da Rostec para o setor de Armamentos Convencionais, Munição e Química Especial, Sergei Abramov, essa inovação ajuda a reduzir pela metade o peso da cobertura de vidro da cabine e aumenta a resistência a impactos e a absorção de ondas de radar de 40% para 80%.

23 COMENTÁRIOS