Gripen NG Demonstrator
Gripen NG Demonstrator

Na foto acima enviada pela assessoria da Saab, o Gripen NG Demonstrator decola com pilotos da FAB para um dos voos de avaliação. O NG continua progredindo em seu programa de testes, agora incrementado com vários sistemas táticos: um radar AESA, um novo sistema de comunicações via satélite, um sistema eletro-óptico de alerta contra mísseis, além de contar também com uma maior capacidade interna de combustível.

O objetivo do Programa do Gripen NG Demonstrator é apresentar as capacidades que serão incluídas na nova geração de caças Gripen.

Entre as novidades mais visíveis, destacam-se os sensores do sistema de alerta contra mísseis e a antena do sistema de comunicações via satélite.

O radar AESA, ou seja, o sistema de varredura eletrônica ativa, é um dos recursos modernizados do Gripen. Simplificando, pode-se dizer que se trata de um radar feito de muitos elementos diminutos de antena, montados de maneira a formar uma grande antena. Cada um destes elementos pode ser controlado individualmente, viabilizando as diversas novas funções. Anteriormente, o radar do Gripen tinha uma antena mecanicamente controlada, com capacidade para iluminar uma só área por vez. Um radar AESA pode rapidamente efetuar a varredura de grandes áreas, monitorar um maior número de alvos simultaneamente, além de conferir ao piloto maior flexibilidade operacional. O novo sistema de comunicações via satélite viabiliza comunicações de voz e dados, através de um satélite.

O Gripen demo já registrou 79 voos de teste, em sua primeira bateria de testes, quando foram testados principalmente a nova configuração do trem de pouso e o novo motor, o F414G. Na segunda bateria, iniciada nesta semana, já foram feitos dois voos de teste, obtendo resultados incentivadores. Além disso, o NG Demonstrator foi pilotado por oficiais brasileiros, nos testes de avaliação do Gripen NG para o programa FX-2. A equipe de avaliação pilotou o Gripen NG Demo, no início de abril de 2009. O objetivo destes testes, realizados pela FAB, foi verificar e avaliar o Gripen NG de última geração.

O relatório, em que o comitê brasileiro de avaliação analisa os três concorrentes, deverá ser entregue, em breve, ao conselho de defesa do País.

Fonte: Poder Aéreo

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS