A Saab fechou um novo contrato relativo a aeronaves AEW&C, e o Paquistão provavelmente deve ser o cliente de mais aviões Saab 2000 Erieye. (Foto: Saab Group)

A empresa de defesa e segurança Saab assinou um contrato dentro do segmento de aeronaves de Alerta Aéreo Antecipado e Controle (AEW&C) avaliado em 1,35 bilhões de coroas suecas (cerca de US$ 155 milhões). As entregas serão feitas entre 2017 e 2020. A encomenda informada pela Saab não identifica o comprador, embora tenha surgido nos meios jornalísticos a informação que seria o Paquistão.

A revista britânica Air Forces Monthly informou que o novo pedido deve estar relacionado ao Paquistão, que teria adquirido três novas aeronaves Saab 2000 Erieye AEW&C, com a primeira devendo ser entregue no final desse ano. O pedido será registrado pela Saab nos próximos 6 meses e então teremos a confirmação. A informação foi passada pelo Chefe da Força Aérea do Paquistão e Chefe do Comando Aéreo, Sohail Aman, no final de abril desse ano.

O Paquistão já opera com aeronave Saab 2000 Erieye junto ao Esquadrão 3.

As três novas aeronaves reforçarão a frota de aviões Saab 2000 Erieyes já em serviço, que servem com o Esquadrão 3. O Paquistão também opera com quatro aeronaves ZDK-03 AEW&C que fazem parte do Esquadrão 4.

O sistema de alerta aéreo antecipado e controle (AEW&C) dá acesso a uma consciência maior da situação que, por exemplo, pode ser utilizada para a vigilância de fronteiras, operações de busca e salvamento e para combater o terrorismo e o crime organizado.

A eficácia do contrato está sujeita ao cumprimento de certas condições, entre outras, de condições financeiras. Todas as condições devem ser cumpridas nos próximos 6 meses.

A Saab informa ainda que a natureza da indústria é tal que, devido às circunstâncias relativas ao produto e ao cliente, informações adicionais sobre o cliente não serão anunciadas e que o trabalho será realizado dentro da área de negócios da Saab de Vigilância e de Suporte e Serviços.

Os Emirados Árabes Unidos também são clientes de produtos Saab. Em novembro de 2015, colocou um pedido para o sistema GlobalEye. Os Emirados Árabes Unidos encomendaram dois aviões equipados com uma variedade de sistemas AEW&C a um custo de US$ 1,27 bilhão. No início deste ano, os Emirados Árabes Unidos confirmaram que havia colocado uma ordem no valor de US$ 238 milhões para uma terceira aeronave GlobalEye.

2 COMENTÁRIOS

  1. O Paquistão teve 3 destas aeronaves atacadas no solo por terroristas, mas anunciou que duas seriam recuperadas e uma foi considerada sem recuperação.
    Como a SAAB encerrou a produção do SAAB 2000 a dezoito anos devem usar aeronaves usadas revisadas pelo fabricante, que devem sair zeradas da SAAB.
    O SAAB usa aviônicos Rockwell Collins Pro Line 4 ainda modernos para o padrão de hoje e motores Rolls Royce AE2100 ainda fabricados para o C-130J, C-27J e Bombardier Q.400.
    Foi um excelente avião a hélice lançado fora de época, em um tempo em que os jatos CRJ e ERJ lideraram as vendas.
    . https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/th

Comments are closed.