O Paquistão afirma ter abatido dois caças MiG-21 da Força Aérea Indiana.

A Força Aérea Indiana (IAF) alegou ter abatido um caça F-16 da Força Aérea do Paquistão em um ataque retaliatório 3 quilômetros dentro do território do Paquistão no setor de Nowshera. Já o Paquistão afirmou ter derrubado dois aviões indianos “dentro do espaço aéreo paquistanês” no início da manhã, depois que a Força Aérea da Índia cruzou a Linha de Controle.

O major-general Asif Ghafoor, porta-voz das Forças Armadas do Paquistão, disse que dos dois aviões, um caiu dentro do lado indiano da Caxemira, enquanto outro caiu dentro do lado paquistanês da Caxemira.

O Ministério de Relações Exteriores do Paquistão declarou que a Índia realizou ataque dentro do espaço aéreo paquistanês e a Radio Pakistan divulgou um vídeo que afirma ser de um piloto indiano capturado. “Sou o Comandante da Ala Abhinandan, sou oficial da IAF. Meu número de serviço é 27981”, disse o homem do vídeo divulgado pelo exército do Paquistão. Ele também se identificou como um hindu, mas se recusou a dar mais informações. “É tudo o que eu devo lhe dizer”, ele disse aos soldados que o interrogavam.

Oficiais militares paquistaneses mostraram os destroços de um dos supostamente abatidos caças indianos.

Algumas fontes também relataram que o Comandante da Ala Abhi Nandan é piloto de um caça MiG-21 Bison do 51º Esquadrão da Força Aérea da Índia e é o 1º Comandante da Ala na Estação da Força Aérea de Srinagar.

Embora não haja confirmação oficial do governo indiano, uma agência de notícias indiana, a ANI, declarou: “O comandante da IAF, Wing Commander Abhi Nandan, decolou em um caça MiG-21 Bison hoje e ele ainda deve retornar”, citando fontes não identificadas.

Um caça F-16 paquistanês teria sido abatido pela Força Aérea Indiana.

Um avião de combate F-16 da Força Aérea do Paquistão teria sido abatido pelas forças indianas de defesa aérea no setor de Rajouri, na região de Jammu, na manhã de quarta-feira, disseram autoridades anônimas à ANI em sua conta no Twitter na quarta-feira.

A aeronave foi derrubada na área de Jhangar, no setor de Rajouri, perto de Jammu e Caxemira, disseram autoridades do Exército Indiano. Detalhes estão sendo aguardados.

A IAF também teria afastado aviões do Paquistão, acrescentaram as reportagens. A Índia teria ativado seu sistema de defesa aérea e seus radares estão em alerta máximo para impedir qualquer agressão do Paquistão.

A situação entre a Índia e o Paquistão continua tensa como a comunidade mundial apelando para o exercício de “contenção”. No dia 26 de fevereiro, 12 caças Mirage 2000 realizaram um ataque dentro do território paquistanês.

Imagem FlightRadar 24.

O espaço aéreo sobre o Paquistão está fechado desde a madrugada do dia 27. Todas aeronaves comerciais estão tendo que contornar o Paquistão. 

Tanto a Índia quanto o Paquistão reivindicam toda a Caxemira de maioria muçulmana, mas controlam apenas partes dela. Os dois países lutaram três guerras e um conflito limitado desde a independência da Grã-Bretanha em 1947. Todos conflito, exceto um, ocorreram na Caxemira.

Anúncios

16 COMENTÁRIOS

Comments are closed.