Boeing 787-9 Dreamliner nas cores da empresa de leasing ALC. (Foto: Boeing)

Boeing e Air Lease Corporation (ALC), uma empresa líder em leasing de aeronaves, anunciaram um compromisso durante o Paris Air Show para compra de cinco 787-9 Dreamliners, avaliados em US$ 1,5 bilhão a preços de tabela.

“A demanda por aviões confiáveis, versáteis e econômicos é a mais alta de todos os tempos”, disse Steven Udvar-Házy, presidente executivo da Air Lease Corporation. “Estas cinco aeronaves Boeing 787-9 são exigidas pelos nossos clientes de companhias aéreas para satisfazer as fortes colocações de locação da ALC com o 787.”

A Boeing vendeu mais de 1.400 Dreamliners desde a introdução do programa, tornando-o o jato widebody mais vendido na história. O 787 Dreamliner permite que as companhias aéreas reduzam o consumo de combustível e as emissões em 20 a 25% e sirvam a destinos distantes.

O 787-9, uma versão esticada do 787-8, pode transportar 296 passageiros a 7.635 milhas náuticas (14.140 km), além de transportar mais carga e permitir que as companhias aéreas expandam lucrativamente as rotas abertas pela primeira vez pelo 787-8. A combinação de eficiência inigualável de combustível e longo alcance ajudou as companhias aéreas a voar com a família de aviões 787 a economizar mais de 16 bilhões de quilos de combustível e abrir mais de 235 rotas sem escalas.

“Estamos entusiasmados com o fato da ALC ter decidido adicionar mais 787 Dreamliners ao seu portfólio de elite de aviões que eles colocam com clientes em todo o mundo”, disse Ihssane Mounir, vice-presidente sênior de Vendas Comerciais e Marketing da The Boeing Company. “Estou confiante de que os recursos líderes do mercado do 787-9 continuarão contribuindo para o sucesso a longo prazo da ALC.”

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS