Aos poucos a frota de helicópteros Tiger da Alemanha retorna ao serviço. (Foto: Airbus Helicopters – Imagem ilustrativa)

A Alemanha está trabalhando para colocar progressivamente de volta em serviço sua frota de helicópteros Airbus Tiger, depois que um problema de segurança forçou a sua suspensão em 2 de agosto.

A decisão da Alemanha de suspender os vôos da frota de helicópteros de ataque do exército baseou-se em informações da fabricante de que certos parafusos de titânio em áreas “críticas de segurança” poderiam sofrer de um defeito de fabricação.

Um comitê de segurança aérea determinou em 8 de agosto que toda a frota de 56 helicópteros deveria ser verificada e os parafusos afetados deveriam ser substituídos.

Os helicópteros que passaram pelo processo de verificação já retornaram ao serviço, com o restante a seguir nas próximas semanas.

Entretanto, o exército alemão não tem prazo para seu retorno completo ao serviço. Verificações e substituições das fixações podem levar até 4 horas por helicóptero.

Parafusos similares instalados em áreas não críticas para a segurança no Tiger e no NH Industries NH90 serão substituídos como parte de manutenção de rotina, diz o exército alemão.

O problema não afeta as aeronaves de outros operadores do Tiger, a Austrália, a França e a Espanha.


FONTE: FlightGlobal

Anúncios